Resenha Mc Luhan

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2755 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO IBMR

Resenha sobre o livro: “Os meios de comunicação como extensões do
homem”

Filipe Claro

Rio de Janeiro
2014

Centro Universitário IBMR
Professor: Alexandre Diegues
Aluno: Filipe Claro de Menezes
Resenha sobre o livro: “Os meios de comunicação como extensões do homem”

Resenha sobre o livro: “Os meios de comunicação como extensões do homem”.

Autor: Mc Luhan

2 Índice
1. O meio é a mensagem .................................................... 4
2.

Meios quentes e frios .................................................... 6

3. Reversão do meio superaquecido ................................. 8
4. O amantes de “gadgets”: Narciso como Narcose ....... 10
5. A energia híbrida: Lês Liaisons Dangereuses ............ 11
6. Os meios como tradutores............................................ 12

Resenha sobre o livro: “Os meios de comunicação como extensões do homem”.

7. Desafio e colapso: A Nêmese da criatividade ..............13

3

1. O meio é a mensagem
Numa cultura como a nossa, há muito acostumada a dividir e estilhaçar todas as
coisas como meio de controlá-las, não deixa, às vezes, de ser um tanto chocante lembrar
que, para efeitos práticos eoperacionais, o meio é a mensagem. Isto apenas significa
que as consequências sociais e pessoais de qualquer meio, ou seja, de qualquer uma das
extensões de nós mesmos, constituem o resultado do novo estalão introduzido em
nossas vidas por uma nova tecnologia ou extensão de nós mesmos. Assim, com a
automação, por exemplo, os novos padrões da associação humana tendem a eliminar
empregos, não há dúvida.Trata-se de um resultado negativo.
Do lado positivo, a automação cria papéis que as pessoas devem desempenhar,
em seu trabalho ou em suas relações com os outros, com aquele profundo sentido de
participação que a tecnologia mecânica que a precedeu havia destruído. Muita gente
estaria inclinada a dizer que não era a máquina, mas o que se fez com ela, que constitui
de fato o seu significado oumensagem.
As ações humanas juntamente com suas associações são configuradas e
controladas em suas proporções e formas pelo meio. O que está incluso e o modo como
são usados tais meios são tão diversos assim como também ineficazes na estruturação

Pela técnica de fragmentação, que forma a essência da tecnologia da máquina,
foi moldada a reestruturação do trabalho e da associação humana. Com atençãoconsegue-se distinguir e ver que o conteúdo de qualquer meio ou veículo é sempre outro
meio ou veículo.
Muitas vezes os meios cegam o homem, não permitindo que ele veja qual o meio
originário por considerá-lo parte de sua vida a ponto de ser uma extensão dele próprio.
Contudo, nada resiste à análise, pois ela ignora a natureza do meio, dos meios
em geral e dos meios particulares. A simples sucessãode um fato ou ação a outro não
significa nada, conduz apenas a uma mudança.
Os acontecimentos sequenciais e em concatenação consequente não possuíam
um envolvimento com a consciência, como com a “velocidade instantânea” em que as
coisas vão à tona à busca na lucidez consciente, mostrando-se dessa forma sua sutil

Resenha sobre o livro: “Os meios de comunicação como extensões do homem”.

da formade tais associações.

4

diferença. A sociedade no geral acaba por confundir razão com instrução letrada e
racionalismo com uma tecnologia isolada. Isso devido à paralisação da ação decorrente
da compreensão.
O “conteúdo” de um meio é justamente uma espécie de álibi, pois o efeito de
um meio se torna mais forte e intenso quando o seu “conteúdo” é outro meio. Podemos
perceber tal situação emexemplos como: o “conteúdo” da escrita ou da imprensa é a
fala, contudo o leitor se mantém praticamente inconsciente, seja em relação à palavra
impressa ou em relação à palavra falada.
Os efeitos da tecnologia manifestam-se nas relações entre os sentidos e nas
estruturas de percepção, de maneira uniforme e sem resistências, não ocorrendo ao nível
das opiniões e dos conceitos.
Quando uma sociedade...
tracking img