Resenha marc block

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (404 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA
INTRODUÇÃO AS ESTUDOS HISTÓRICOS
PROF. DR. PAULO PINHEIRO MACHADO
JÉSSICA BUCHNER SILVEIRABLOCH, Marc Leopold Benjamin. Apologia da História ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Ed Jorge Zahar, 2001. Introdução, Cap. I, II e III.

Nascido em 1886, na França, Marc Bloch morreufuzilado pelos nazistas durante a II Guerra Mundial, em 1944. Seu ultimo livro foi Apologia da História ou o ofício do historiador, escrito em cativeiro, sendo esse inacabado. Por sintetizar asprimeiras idéias dos annales, o livro em questão acabou se tornando indispensável à leitura dos historiadores. É dividido em cinco capítulos, tendo ficado o último, incompleto. Em resumo, Marc Bloch buscaem seu contexto a interdisciplinaridade da História a outras áreas de conhecimento e um diálogo mais amplo, unindo os fatos a uma problematização.

Em “A história, os homens e o tempo”, cap. I, trazintitulado o que o autor busca representar: indicando assim que seu objeto de estudos não era uma história apenas voltada aos fatos, relatos e datas, mas sim ao homem, ao homem no tempo. Busca-se acompreensão das relações que se sucedem através dos fatos e como tais acontecimentos repercutiram na humanidade em conjuntura, sem deixar de lado a relação do passado com o presente, tendo a claravisão de que são os questionamentos do presente que fazem o historiador buscar o passado.

Nesse segundo momento, cap. II, “A observação histórica”, trata-se da sua transmissão pela observação.Entende-se que o historiador, em sua análise e estudo, deve, além de trabalhar com documentos escritos, prestar atenção também nos documentos não escritos, como os arqueológicos. Sabendo que não temos contatodireto com nossos objetos de estudo deve-se construir um conhecimento baseado em vestígios, compreendendo que jamais conseguiremos saber tudo a respeito do passado. Indica nessa passagem também...
tracking img