RESENHA LIVRO “SOCIEDADE EM REDE” DE MANUEL CASTELLS

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 8 (1867 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 7 de dezembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto







RESENHA LIVRO “SOCIEDADE EM REDE” DE MANUEL CASTELLS













APRESENTAÇÃO DO CAPÍTULO 5 DO LIVRO “SOCIEDADE EM REDE” DE MANUEL CASTELLS
A cultura da virtualidade real: a integração da comunicação eletrônica, o fim da audiência de massa e o surgimento de redes interativas.
Surge neste início de século uma nova forma de interação entre os dois lados do cérebro,havendo uma mudança fundamental no caráter da nossa comunicação, que agora ocorre por meio de texto, imagens e sons em um mesmo sistema, ou seja, o autor compara a importância do surgimento do alfabeto com o surgimento de um Supertexto e uma Metalinguagem onde pela primeira vez na historia, integra no mesmo sistema as modalidades escrita, oral e audiovisual de comunicação humana. A chamada Infovia. Como se sabe, a comunicação molda a cultura porque nós não vemos a “realidade”, mas o que “ela” significa em nossa linguagem. Portanto, a mudança da comunicação para uma rede global eletrônica mudará também nossa cultura, fazendo surgir a “cultura da virtualidade real”. Manuel Castells se propõe a analisar as consequências em nossas culturas que essa realidade virtual pode trazer.
Da galáxiade Gutenberg a galáxia de McLuhan: o surgimento da cultura da mídia de massa.
O autor começa se perguntando o porquê de a televisão ter tido uma aceitação tão grande a ponto de tudo girar em torno dela, sendo hoje o palco de todos os processos que se pretende comunicar à sociedade, seja na política, nos negócios, no esporte ou na arte... E então, utiliza teorias de vários estudiosos como McLuhan,o qual acredita que a televisão criou uma nova Galáxia de comunicação. Para o autor a lei do mínimo esforço parece ser plausível para explicar o motivo de tanta aceitação pela televisão, ou seja, as pessoas diante dela, não precisam pensar para assimilar o que ela transmite.
O impacto social da televisão funciona no modo binário: estar ou não estar. A partir do momento que uma mensagem esteja natelevisão, ela poderá ser modificada, transformada ou mesmo subvertida. Mas em uma sociedade organizada em torno da grande mídia, a existência de mensagens fora da mídia fica restrita a redes interpessoais, portanto desaparecendo do inconsciente coletivo.
Ainda para o autor, a mídia é um sistema de feedbacks: a mídia é a expressão de nossa cultura, e nossa cultura funciona principalmente porintermédio dos materiais fornecidos pela mídia.
A nova mídia e a diversificação da audiência de massa.
O autor traça a evolução da mídia, principalmente a televisão no decorrer dos anos 80 e 90, e conclui que em resumo a nova mídia determina uma audiência segmentada diferenciada, que, embora maciça em termos de números, já não é uma audiência de massa em termos de simultaneidade e uniformidade damensagem recebida. Devido à multiplicidade de mensagens e fontes, a própria audiência torna-se seletiva. A concorrência fez com que a televisão se tornasse mais comercializada do que nunca e cada vez mais oligopolista no âmbito global. 
Comunicação mediada por computadores, controle institucional, redes sociais e comunidades virtuais.
O autor compara o surgimento da internet com a Minitel. Ainternet: Iniciativa norte-americana de âmbito mundial, contando nos seus primórdios com o apoio militar americano. Com empresas de informática financiadas pelo governo americano, a internet liga uma infinidade de topologias de redes diferentes, já na Minitel que consiste num sistema Frances, liga centros de servidores através de simples terminais, e que ate agora nunca ultrapassou os limites doterritório Frances. Trata-se de um sistema organizado que possui uma estrutura homogênea tanto do ponto de vista tarifário e lucros como do ponto de vista das redes de computadores. 
A análise comparativa do desenvolvimento desses dois sistemas em relação a seus ambientes sociais e institucionais ajuda a elucidar as características do sistema de comunicação interativo emergente.
A historia do...
tracking img