Resenha Ilha das Flores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (571 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade FUPAC
Curso: DIREITO
Discente: Junior Lopes

RESENHA : ILHA DAS FLORES – JORGE FURTADO
O documentário Ilha das Flores foi produzido por Jorge Furtado no ano de 1989 em PortoAlegre, cidade que produz 500 toneladas de lixo por ano. Este filme retrata situações existentes em nossa sociedade, tendo como foco principal a desigualdade social e problemas econômicos. Apresenta muitoscontrastes, tenta interligar as mais variadas situações com o que de fato realmente existe, o processo de geração de riqueza e as desigualdades que surgem no meio do caminho.
O interessante é quese formos analisar todas essas semelhanças poderemos notar que de realmente o homem por se diferenciar do resto dos animais, e por isso é responsável por tanta miséria. E nesse sentido, o autormostra exatamente como: pois o dono dos porcos, só dá o resto daquela comida para os habitantes da Ilha se ele perceber que aqueles alimentos não são apropriados para seus porcos.
O documentário nostrás uma grande problemática da atual sociedade de consumo, a riqueza e a desigualdade, o consumo diante do humanismo. Nos faz refletir sobre situação em que se chegou à pessoa humana em busca dealimento, e diante da abundância que há nas prateleiras dos supermercados, estabelecido pelo sistema capitalista e hegemônico em que vivemos.
O referido documentário me causou vários tipos de reações. Aprimeira foi de rir, pois o curta usa uma linguagem enciclopédica e retoma várias vezes à enunciados já expostos. Este efeito fez com que ele tivesse um ar de descontração, já que ainda não tínhamosconhecimento do verdadeiro foco que o curta queria retratar. 

O protagonista da história é um tomate podre. A princípio, conhecemos onde ele nasceu e como chegou à casa de uma consumidora, sempre dandoênfase e satirizando de uma forma espontânea e divertida os processos, tanto sociais como econômicos, que transportaram este tomate. Depois, o primeiro foco do curta aparece: o problema ambiental...