Resenha economistas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2840 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Adam Smith
Adam Smith nasceu na Escócia em 1723. Entrou na universidade de Glasgow aos 14 anos, porém, ganhou uma bolsa de estudos em Oxford e lá permaneceu por 6 anos. Formou-se, e em 1751 foi lecionar em Edimburgo.
Teve seu livro "Teoria dos Sentimentos" publicado em 1759 mas, foi em "A riqueza das nações" que o economista começou a exercer influência no pensamento econômico.
No contextohistórico das ideias de Smith, ressalta-se o crescimento do mercado externo, como consequencia do aumento nas industrias de exportação. Tal crescimento gera a busca do lucro que promove uma série de inovações tenológicas a partir das industrias texteis e metalúrgicas, que por fim desencadeiam a Revolução na Inglaterra.
Como teorias da história e sociologia, Smith trata da "mão invisível" - nummercado livre em que cada agente econômico atua com vista apenas à prossecução dos seus próprios objetivos, é atingida uma situação eficiente que beneficia a todos. O mecanismo de mercado funciona assim como uma "mão invisível" que conduz os agentes econômicos para uma situação ótima do ponto de vista da eficiência.
Além desse conceito, ainda fala sobre o planejamento e organização dentro dasfunções da administração, ou seja, a maneira pela qual os seres humanos produzem e distribuem as necessidades materiais da vida conforme as instituições sociais, de qualquer sociedade, e as relações pessoais e de classe entre seus membros. Smith acreditava que havia quatro estágios distintos de desenvolvimento econômico e social: a caça, o pastoreio, a agricultura e o comercio. Em cada estágio, oentendimento dos métodos de produção e distribuição das necesidades econômicas de uma sociedade era a chave para a compreensão de suas instituições e governo.
Quanto à teoria do valor, o ponto de partida foi enfatizado da seguinte maneira: o trabalho era o primeiro preço, o dinheiro da compra inicial que era pago por todas as coisas. Assim, Smith afirmou que o pré-requisito para qualquermercadoria ter valor era que ela fosse produto do trabalho humano. Ele conclui que o valor do produto era a soma de três componentes: o salário, os lucros e os aluguéis. Como os lucros e os aluguéis tem que ser somado aos salários para a determinação dos preços, onde a teoria dos preços de Smith foi chamada de teoria da soma. Uma mera soma dos três componentes básicos para o preço.Smith estabeleceudistinção entre preço de mercado e preço natural. O preço de mercado era o verdadeiro preço da mercadoria e era determinado pelas forças da oferta e da procura. O preço natural era o preço ao qual a receita da venda fosse apenas suficiente para dar lucro, era o preço de equilíbrio determinado pelos custos de produção, mas estabelecido no mercado pelas forças da oferta e da procura. Havia uma relaçãoentre esses dois preços que era: o preço natural era o preço de equilíbrio determinado pelos custos de produção, mas estabelecido no mercado pelas forças da oferta e da procura. Havia dois grandes pontos fracos na teoria dos preços: primeiramente os três componentes dos preços salários, lucros e aluguéis eram eles próprios preços ou derivavam de preços, uma teoria que explica os preços com baseem outros preços não pode explicar os preços em geral. Smith afirmava que o valor de uso e o valor de troca não estavam sistematicamente relacionados. O segundo grande ponto fraco da teoria dos preços baseados no custo de produção de Smith era que a teoria levava a conclusões sobre o nível geral de todos os preços, ou em outras palavras, sobre o poder aquisitivo da moeda, e não aos valoresrelativos de diferentes mercadorias. A melhor medida do valor em sua opinião era quantidade de trabalho que qualquer mercadoria poderia oferecer numa troca.
Embora Smith nunca tenha apresentado uma teoria do valor-trabalho, formulada com coerencia, pode-se dizer que apresentou diversas ideias que viriam a ser base das versões de David Ricardo e Marx, mais sofisticadas da teoria do valor-trabalho....
tracking img