Resenha do Livro Teoria Queer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2579 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
LOURO, Guacira Lopes. Um corpo estranho – Ensaios sobre sexualidade e teoria queer. 1 ed.; 1 reimp. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. 90 p.

A autora Guacira Lopes Louro é doutora em Educação, professora titular aposentada da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e pesquisadora do CNPq. Coordena o GEERGE (Grupo de Estudos de Educação e Relações de Gênero) desde 1990e tem publicado vários artigos nessa perspectiva. É autora de livros como Educação e docência: diversidade, gênero e sexualidade; Gênero e sexualidade: pedagogias contemporâneas; O "estranhamento" queer; entre outros.
O livro é iniciado com a explicação da autora em relação ao formato abordado no desenvolvimento do texto, dizendo que os textos são de distintos momentos, vindos alguns deseminários, mesas redondas, e diz que os capítulos podem ser interpretados independente de ordem, podendo ser embaralhados e lidos aleatoriamente, que isso não irá afetar a compreensão do texto como um todo.
O primeiro capítulo intitulado “Viajantes pós-modernos” trás que a viagem serve como uma forma de agregar idéias, onde o sujeito (o viajante) é considerado dividido, fragmentado, não tendo um destino,interessado apenas no caminho a ser percorrido. Mesmo se o viajante retornar ao local de origem, nada será o mesmo, nem o local e nem o viajante, sendo o movimento da viagem o que pode garantir equilíbrio (mesmo que incompleto) ao viajante.
A autora ressalta que a metáfora da viagem vai além dos percursos, abrangendo a transformação que ocorre no corpo, caráter, identidade, etc. que afetam esteindivíduo.
A simples declaração do sexo da criança, que pode ser antes mesmo do nascimento, já é uma espécie de viagem, podendo ser compreendida como uma definição sobre este corpo, determinando o gênero e a única forma de desejo, fazendo com que o sujeito sinta-se obrigado a obedecer às normas que lhe foram impostas.
Mas apesar destas normas, há ainda aqueles que as transgride, saindo da rotafixada, tornando-se alvo de pedagogias corretivas, sendo punido e excluído da sociedade por ter violado as regras.
Em uma viagem “planejada” o trabalho pedagógico age de forma a auxiliar na determinação da sexualidade do sujeito, inscrevendo o gênero e a sexualidade “legítimos”.
Porém, a sexualidade e o gênero fogem do esperado, tornando-se necessário inventar práticas mais sutis para repetir ojá sabido e reconduzir ao “bom” caminho aqueles que se desviaram. As pessoas que deixam de se conformar com o “sistema de uma heterossexualidade compulsória e naturalizada” inventam alternativas, tornando-se seres difíceis de serem ignorados, e com isso expõem estas normas “sexuais e de gênero” há tanto tempo mantidas.
Louro não tenta descobrir por que esses viajantes se aventuraram dessa forma, eressalta que diferente do viajante em sentido literal, esse viajante da vida pode ser compelido a ingressar por este ou aquele caminho, pode enfrentar restrições por suas marcas de classe, de raça ou por outras circunstâncias de sua existência.
Existem também aqueles que não escolhem um único caminho, preferindo manter-se na fronteira, permanentemente em trânsito. É dito no texto que quemsubverte e desafia a fronteira, algumas vezes pode apelar para o exagero, como as Drag Queen, provocando desconforto, curiosidade e fascínio, expressando a criatividade deste gênero. Quando o viajante transgride o gênero e a sexualidade não o faz na tentativa de produzir um novo modelo, tentando apenas trazer visibilidade, rompendo com a comodidade, ficando muitas vezes em um espaço sem conforto, massendo capaz de abalar a segurança que a sociedade está tão acostumada a ter.
O segundo capítulo “Uma política pós-identitária para a Educação” fala que a sexualidade tem sido algo de interesse de diferentes tipos de estudiosos, tornando as minorias sexuais mais visíveis, e também sendo mais visível a luta que eles vêm enfrentando contra grupos conservadores. Mas essas minorias, o texto traz que...
tracking img