Resenha do bom professor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (954 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIAS
UNIDADE UNIVERSITARIA DE JARAGUA
JARAGUA, SETEMBRO DE 2012
ACADEMICAS: NATANIA LEANDRA E RITA
PROFESSOR: MARCIO LEITE
6°PERIODO/ CURSO DE PEDAGOGIA

CUNHA, MariaIsabel da.O Bom Professor e sua Prática. Campinas, SP : Papirus, 2001. 13º edição.

Maria Isabel da Cunha é natural de Porto Alegre (RS). Fez curso Normal no Instituto de Educação Assis Brasil egraduou-se em Ciências Sociais e em Pedagogia na Universidade Católica de Pelotas. Mestre pela PUC/RS é doutora em Educação pela Unicamp, com pós-doutorado pela Universidade Complutense de Madri(Espanha).
O trabalho está estruturado em cinco partes. A primeira trata das origens do estudo e do processo metodológico, as condições metodológicas. A segunda parte aborda a concepção de Bom Professorque é presente nos alunos de hoje. A terceira parte procura mostrar quem é o Bom Professor e como perceber a sua trajetória. A quarta parte analisa o que faz o Bom Professor, observando a sua prática nasala de aula. A quinta e última parte refletem à conclusão.
Este livro tem por objetivo mostra a trajetória da formação da autora e pesquisas da pratica do bom professor. A autora inicia a obrafalando de suas experiências como professora de escolas primarias e secundarias na zona urbana, onde viveu encontros e desencontros. Em sua visão “a sala de aula é o lugar privilegiado onde se realiza oato pedagógico”, e a “escola é a instituição onde define esse ato, em seu contexto sócio histórico” o professor é manipulado a seguir o sistema com idéias mecânicas descontextualizadas.
De acordo coma autora essa idéia tende a se mudar, pois esse é o interesse de sua pesquisa, na formação e pratica do professor em sala de aula. Para entender o cotidiano do professor com sujeito do conhecimento énecessário conhecer sua historia, sua visão de mundo com os alunos, e a sociedade. Cada sujeito é único em uma historia que permite dar sentido como experiência para construir o presente.
Por isso...
tracking img