Resenha de economia politica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1023 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
VASCONCELLOS, Marco Antonio Sandoval; GARCIA, Manuel Enriquez. Fundamentos de Economia. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2006).
Livro Fundamentos da Economia
Capitulo 2: Evolução do Pensamento Econômico: Breve Retrospecto

Na antiguidade a economia era estudada como parte da filosofia social, moral e ética. Nessa época estão permeados de questões referentes à justiça e a moral.
O Mercantilismo foiuma política para atrair e manter metais preciosos em um país. Considerava-se que o governo de um país seria mais forte e poderoso, quanto maior fosse seu estoque de metais preciosos.
A Fisiocracia surgiu como reação ao mercantilismo. Os fisiocratas sustentavam que a terra era a única fonte de riqueza.
* François Quesnay foi o fisiocrata de maior destaque.
* Encorajava-se a agriculturae exigia que as pessoas empenhadas no comércio e nas finanças fossem reduzidas ao menor numero possível.
* Período de transição entre feudalismo e capitalismo.
Adam Smith:
* Primeiro a elaborar um modelo coerente do sistema capitalista.
* Defendia a livre concorrência e a não intervenção do Estado na economia, para ele o papel do Estado era apenas a de proteção da sociedade.
*Suas idéias serviam de base para a teoria do valor-trabalho (a causa da riqueza é o trabalho humano).
* O princípio do liberalismo.
David Ricardo: Foi quem primeiro formatou a teoria do valor do trabalho de forma coerente.
* Defendia que embora todas as mercadorias que tinham valor tivessem utilidade, a utilidade não estabelecia o valor.
* Tratou dos problemas do comércio internacional(teoria das vantagens comparativas).
* Seus estudos deram origem a duas correntes antagônicas: a corrente neoclássica e a corrente marxista.
John Stuart Mill: Foi o sintetizador do pensamento clássico. Sua obra define melhor as restrições, vantagens e funcionamento de uma economia de mercado.
Jean-Baptiste Say: popularizou a chamada lei de say: “A oferta cria sua procura” é um dos pilares damacroeconomia clássica.
Thomas Malthus: Para ele excesso de população é a causa de todos os males da sociedade e o crescimento da população dependia da oferta de alimentos.
A teoria neoclássica:
Os neoclássicos sedimentaram o raciocínio matemático procurando isolar os fatos econômicos de outros aspectos da realidade social.
Alfred Marshall: Combina sua defesa do capitalismo com um a grandeflexibilidade.É o desejo do consumidor de ter satisfação no consumo e do produtor de maximizar seu lucro.
* Contribuiu para a teoria valor utilidade elaborando a noção de elasticidade preço da demanda.
* Criação da teoria quantitativa da moeda, que relaciona a quantidade de dinheiro com os níveis de atividade econômica e de preços.
A teoria keynesiana:
Segundo o pensamento keynesiano, umdos principais fatores responsável pelo volume de emprego é o nível de produção nacional de um a economia, determinado pela demanda agregada ou efetiva. Para Keynes, numa economia em recessão não existem forças de auto-ajustamento, por isso se torna necessária a intervenção do Estado por meio de uma política de gastos públicos.
Jonh Mayard Keynes: Apresentou um programa de ação para a promoção dopleno emprego.
* Propôs o fim do laissez-faire (mercado livre – chavão liberalismo).
* Defendia a intervenção do Estado.
* Acreditava no capitalismo.
Monetaristas:
* Defendiam a baixa intervenção do Estado.
Fiscalistas:
* Defendiam a alta intervenção do Estado.
* Recomendam o uso de políticas fiscais ativas.
Pós-Keynesianos:
* Defendem o papel ativo do Estado.* Enfatizam o papel da especulação financeira.
O período recente:
Capitulo 3: Economia e Direito

O aumento do papel regulador do governo na economia chamado neoliberalismo visa garantir a defesa da concorrência e os direitos dos consumidores.
O Direito e a teoria dos mercados: defesa do consumidor e da concorrência
* Foco econômico: comportamento dos produtores e consumidores:...
tracking img