Resenha critica do livro triste fim de policarpio quaresma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2879 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
* * *A divisão social do trabalho, ao separar os homens em proprietários e não-proprietários, dáaos primeiros poder sobre os segundos. Estes são explorados economicamente e dominadospoliticamente. Estamos diante de classes sociais e da dominação de uma classe por outra. Ora, aclasse que explora economicamente só poderá manter seus privilégios se dominar politicamente e,portanto, se dispuser deinstrumentos para essa dominação. Esses instrumentos são dois: o Estadoe a ideologia.Através do Estado, a classe dominante monta um aparelho de coerção e de repressão socialque lhe permite exercer o poder sobre toda a sociedade, fazendo-a submeter-se às regras políticas.O grande instrumento do Estado é o Direito, isto é, o estabelecimento das leis que regulam asrelações sociais em proveito dosdominantes. Através do Direito, o Estado aparece como legal, ouseja, como "Estado de direito". O papel do Direito ou das leis é o de fazer com que a dominação nãoseja tida como uma violência, mas como legal, e por ser legal e não-violenta deve ser aceita. A lei édireito para o dominante e dever para o dominado. Ora, se o Estado e o Direito fossem percebidosnessa realidade real, isto é, comoinstrumentos para o exercício consentido da violência,evidentemente ambos não seriam respeitados, e os dominados se revoltariam. A função daideologia consiste em impedir essa revolta fazendo com que o

legal apareça para os homens como legítimo,

isto é, como justo e bom. Assim, a ideologia substitui a realidade do Estado pela

idéia do Estado

- ou seja, a dominação de uma classe é substituídapela idéia de interesse geral encarnadopelo Estado. E substitui a realidade do Direito pela

idéia do Direito -

ou seja, a dominação de umaclasse por meio das leis é substituída pela representação ou idéias dessas leis como legítimas, justas, boas e válidas para todos.Não se trata de supor que os dominantes se reúnam e decidam fazer uma ideologia, pois estaseria, então, uma pura maquinaçãodiabólica dos poderosos. E, se assim fosse, seria muito fácilacabar com uma ideologia.A ideologia resulta da prática social, nasce da atividade social dos homens no momento emque estes representam para si mesmos essa atividade, e vimos que essa representação é semprenecessariamente invertida. O que ocorre, porém, é o seguinte processo: as diferentes classessociais representam para si mesmas o seumodo de existência tal como é vivido diretamente porelas, de sorte que as representações ou idéias (todas elas invertidas) diferem segundo as classes esegundo as experiências que cada uma delas tem de sua existência nas relações de produção. Noentanto, as idéias dominantes em uma sociedade numa época determinada não são

todas

as idéiasexistentes nessa sociedade, mas serão

apenasas idéias da classe dominante dessa sociedadenessa época. Ou seja, a maneira pela qual a classe dominante representa a si mesma (sua idéia arespeito de si mesma), representa sua relação com a Natureza, com os demais homens, com asobrenatureza (deuses), com o Estado etc, tornar-se-á a maneira como

todos

os membros dessasociedade irão pensar.A ideologia é o processo pelo qual as idéias daclasse dominante tornam-se idéias de todas asclasses sociais, tornam-se idéias dominantes. É esse processo que nos interessa agora.Na

Ideologia Alemã,

lemos: "As idéias da classe dominante são, em cada época, as idéiasdominantes, isto é, a classe que é a força

material

dominante da sociedade é, ao mesmo tempo, suaforça

espiritual.

A classe que tem à sua disposição os meiosde produção material dispõe, aomesmo tempo, dos meios de produção espiritual, o que faz com que a ela sejam submetidas, aomesmo tempo e em média, as idéias daqueles aos quais faltam os meios de produção espiritual. Asidéias dominantes nada mais são do que a expressão ideal das relações materiais dominantes, asrelações materiais dominantes concebidas como idéias; portanto, a expressão das...
tracking img