Resenha crítica - filme: laranja mecânica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (260 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Laranja Mecânica é um filme britânico de 1971, dirigido por Stanley Kubrick.
Trata-se de um filme que mostra a vida de um jovem chamado Alexander DeLarge,adorador de musica clássica, violência e estupros. Após ser preso durante um de seus assaltos, é submetido a um tratamento experimental, desenvolvido pelogoverno, na prisão. O tratamento consiste em uma punição psicológica, onde o jovem é drogado antes de assistir filmes extremamente violentos com musica clássicacomo trilha sonora, para que ligue as imagens às dores que elas provocam. Este tratamento faz com que Alex se torne incapaz de praticar qualquer ato deviolência, e como efeito secundário, também não consegue escutar a Nona Sinfonia de Beethoven, que antes era sua preferida.
É um filme bastante violento, fisicamentee psicologicamente, com linguajar próprio, e roupas da época, o que o torna interessante. As cenas de violência gratuita, assaltos e estupros chocam porserem feitos com muita “normalidade” e prendem a atenção de quem está assistindo, ainda mais por se encaixar com o que acontece na nossa sociedade, que por seremtantos casos, tantas vezes, acabam sendo deixados de lado, como se as pessoas apenas esperassem pela próxima tragédia. Também retrata a ação do governo naprisão, com um tratamento experimental, mostrando ser tão violento quanto às delinquências praticadas pelo personagem principal e sua gangue, por ser algo quetira o livre arbítrio, que tem o propósito de mudar e controlar. Após Alex ser solto, e a sociedade que o considerava violento, o recebe com a mesma violência.
tracking img