Resenha as ideias de saussure

Universidade Federal de Integração Latino-Americana
Letras-Artes e Mediação Cultural
Epistemes da Linguistica

RESENHA CRÍTICA
As ideias de Saussure, Jonathan Culler- Cap. II

Foz do Iguaçu-PROutubro/2012
No capítulo 2 denominado, “A teoria Saussuriana da Linguagem”, extistente no livro “ As idéias de Saussure”, o autor Jonathan Culler, faz uma analise das ideias de Saussure, e iniciaafirmando que Saussure não estava satisfeito com a Linguistica que conhecia. Saussure acreditava que a Liguistica apresentada à ele não tinha um objeto de estudo definido, e afirmou, que a Linguistica“já mais se preocupou em determinar a natureza do seu objeto de estudo. Ora, sem essa operação elementar, uma ciênica é incapaz de estabelecer um método para si própria.”(Curso, 10; Cours, 16).
Cullerdeixa claro que a determinação de um objeto de estudo, defendida por Saussure, é de extrema importância, uma vez que a “a linguagem humana é um fenômeno extremamente complexo e heterogênio”, ele citacomo exemplo, “...um simples ato de fala envolve uma extraordinária gama de fatores e poderia ser considerado de muitos pontos de vista diferentes e até mesmo conflitantes”. Assim chegando a algunsquestionamentos próprios para a Linguistica; O que ela examina? O que procura? O que, em si, é a língua?
Em resposta a esses questionamentos, temos a língua como um sistema de signos apresentado porSaussure. Onde os sons valem como linguagem apenas quando comunicam e transmitem ideias, e necessitam incluir-se em um sistema de convenções. Saussure denomina de significante a união de uma forma queo signo significa, e a ideia significada do signo de significado.
Na Linguistica Saussuriana, a relação que une o significado ao significante é marcada pela arbritariedade. De modo geral, podemosdizer que o signo linguistico é arbitrário pois é uma convenção reconhecida pelos falantes de uma língua. “Uma vez que eu fale inglês, posso usar o significante representado por dog para falar de um...
tracking img