Reportagem sobre mulheres agredidas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1345 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
APRESENTAÇÃO
Este artigo buscará fazer uma análise da reportagem exibida pela Revista Eletrônica “Fantástico”, onde fez uma apreciação sobre a violência doméstica contra a mulher em dois Estados do Brasil: Espírito Santo e Piauí, apresentando as diferenças dos índices de um Estado para o outro e destacando a atuação da Delegacia da mulher do Piauí que faz um trabalho para que os índices deviolência diminuam no Estado e até mesmo no país. Diante disso denominamos diversos olhares para com essa reportagem como: o olhar sobre o foco da reportagem, quais critérios foram utilizados para realizar a reportagem, o olhar da delegada para com ela mesma, o olhar sobre o problema, o que causa a violência domestica, quais as consequências da atuação da delegada para o Estado, o olhar sobre odesenvolvimento econômico no que tange a violência doméstica e familiar e por ultimo o olhar dos operários da construção na questão do vinculo familiar.

A cada cinco minutos, uma mulher é agredida no país. Em quase 70% dos casos, quem espanca ou mata a mulher é o namorado, marido ou ex-marido. Mulheres agredidas por seus parceiros é o principal tema da reportagem, com a máxima de que os homens comsua ideologia machista têm sua companheira como algo que pertence, acreditando que possa agredi-la se esta não seguir as suas conformidades. A reportagem dimensiona a problemática a nível nacional e em conformidade com pesquisas revela incidências dessa problemática nos Estados Brasileiro com diferentes patamares, objetivando entender as ações que tornam essa diferença gigantesca. Ilustrada porexemplos de cotidiano de mulheres espancadas física, moral e psicologicamente, a reportagem visa informar os níveis alarmantes em que se encontra a sociedade brasileira, advertindo também quais as conseqüências para tais ações. Vivemos em pleno século XXI e tais comportamentos pré-históricos ainda prevalecem sobre a ideologia da figura masculina, será que essa herança do “homem de Neandertal” não vaiser extraída das atitudes humanas masculinos?

Vivemos em uma realidade que a figura da mulher cada vez se torna mais independente, mas também vivemos tempos em que ainda a mulher é submetida às demandas do lar, do patriarcalismo e de submissa ao homem, diante agredi-la quando estas se negam a seus modos. Os critérios que levam a essa reportagem são os de sigilo, quando necessário, pois muitasmulheres ainda têm medo das diversas reações, a informação do que se resulta de praticas ilícitos com a mulher, o critério exploratório onde se busca ao máximo informações importantes para ilustrar a reportagem tornando-a detalhada. Ainda nos critérios usou-se da companhia de uma Delegada que tem como principal objetivo erradicar o número de homicídios de mulheres por seus companheiros, tendo umadinâmica visualização de como a investigação é feita na prática. Jornalismo investigativo nada mais é do que a prática de desvendar mistérios e fatos ocultos do conhecimento público, como casos de corrupção, desvios de dinheiro, crimes e estelionatos. Esse trabalho é imprescindível para mudar e alertar a população, sobre diversos aspectos. Se não existisse esse ramo, muitas providências em nossopaís não teriam sido tomadas, e só foram apresentadas após as denúncias da imprensa.
A violência doméstica no Brasil é causada na maioria das vezes por conta do machismo ainda existente nos dias atuais, por muitas vezes o homem se sente proprietário da mulher por questões econômicas ou praticam o ato de violência para resolver algum problema se fazendo se sentir como tal. Em pesquisa foirevelado que sessenta por cento dos agressores são namorados, noivos, maridos, companheiros ou ex -maridos. Por isso que a Delegada de Piauí em um trecho da reportagem diz que pergunta aos agressores onde ele comprou a companheira se foi no mercado velho ou no shopping e diz que é muito difícil pensar em como um homem mata a sua esposa e fala que é algo inadmissível.
Diante do vídeo exposto foi...
tracking img