Relatorio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1327 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário
CARACTERÍSTICAS DA BACIA 4

RELEVO 4

TIPO DE SOLO 4

FORMA DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO 4

IMPACTOS AMBIENTAIS 5

DADOS DA BACIA 5

ÁREA DA BACIA 6

COMPRIMENTO DO CURSO D’ÁGUA. 6

CÁLCULO DECLIVIDADE DO CURSO D’ÁGUA 6

TEMPO DE CONCENTRAÇÃO 6

COEFICIENTE DE COMPACIDADE 6

CÁLCULO DESNÍVEL DA BACIA 6

ESCOAMENTO SUPERFICIAL 7

CÁLCULO DAVAZÃO DO CURSO D’ÁGUA 7

PROCEDIMENTOS 7

MATERIAIS: 7

MÉTODOS 8

CÁLCULO DO CANAL 9

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS 11





CARACTERÍSTICAS DA BACIA



RELEVO

O relevo encontrado na região é fortemente ondulado que é caracterizado pela superfície de topografia movimentada, com desníveis fortes, formadas por conjunto de outeiros ou morros, ou por superfícieentrecortada por vales profundos, configurando encostas ou pendentes com declives maiores que 20 até 45%. E com depressões que é caracterizado pelo rebaixamento repentino do relevo, ou seja, corresponde a uma área com altitude mais baixa que as áreas que circunda. As depressões são classificadas em dois tipos: depressão relativa (que apresenta altitude mais baixa que as áreas ao redor, mas estão acima donível do mar) e absoluta (se apresenta abaixo no nível do mar). As depressões geralmente são planas, em razão dos processos erosivos aos quais se sujeitaram ao longo de milhares de anos.



TIPO DE SOLO

Argissolos - Os solos desta classe têm como característica marcante um aumento de argila do horizonte superficial A para o subsuperficial B que é do tipo textural (Bt), geralmenteacompanhado de boa diferenciação também de cores e outras características. As cores do horizonte Bt variam de acinzentadas a avermelhadas e as do horizonte A, são sempre mais escurecidas. A profundidade dos solos é variável, mas em geral são pouco profundos e profundos. São juntamente com os Latossolos, os solos mais expressivos do Brasil, sendo verificados em praticamente todas as regiões. No caso donosso trabalho pode se observar um solo raso, pouco profundo, com baixa capacidade de retenção de água.


FORMA DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

Podemos observar que o solo da bacia é ocupado com cerca de 50% por residências, 13,56% de terrenos baldios e 28,62% de pastagens.
[pic]
Figura 1 - Formas de uso e ocupação do solo


IMPACTOS AMBIENTAIS

A ocupação do solo se fez de formadesordenada, é tanto que a nascente presente nesta bacia encontra-se próximo a plantação de eucalipto, o que é prejudicial pois o eucalipto demanda de muita água. Há presença de pastagem degradada, como tem uma alta taxa de residência e o solo já possui baixa permeabilidade, os calçamentos prejudicam ainda mais essa permeabilidade, podendo aumentar o escoamento.


DADOS DA BACIA

Altitude doponto da nascente 171.4795m
Latitude = 17° 51’ 21,37” S
Longitude= 40° 20’ 22,21” O

Altitude da Vazão 146.9662m
Latitude= -17° 51’ 9,17” S
Longitude= 40° 20’ 28,11” O

Foz – Altitude 84.0002m
Latitude=17° 50’ 34,95” S
Longitude= 17° 21’ 0,42” O



ÁREA DA BACIA


Área da Bacia= 801141,999 m² / 1000 = 0,801km²



COMPRIMENTO DO CURSO D’ÁGUA.

Comprimento do curso d’água=1835,3035m ou 1,83km



CÁLCULO DECLIVIDADE DO CURSO D’ÁGUA


Desnível=(altA - AltB)
Desnivel=171,4795-84
Desnível=0,08747km


DECLIVIDADE
D=DV-> = 0,08747 / 1,83 = 0,048*100= 4,8%
DH




TEMPO DE CONCENTRAÇÃO

Tc=57.(C³/∆h)0,385
Tc= 57.(1,83³/87,47)0,385 = 24,947 mim




COEFICIENTE DE COMPACIDADE

Kc= 0,28 *P/√A
Kc= 0,28 *(4,354/√0,801 )-> 1,36CÁLCULO DESNÍVEL DA BACIA

DV=cotaA – cotaB
DV=199 – 84 = 115m
DV=0,0115km


DECLIVIDADE DA BACIA
D=DV-> = 0,0115 / 1,961 = 0,058*100= 5,8%
DH










ESCOAMENTO SUPERFICIAL

(Usamos o solo tipo D, por ser um argissolo raso)


Residencial
0,801------100
0,4070-----x x= 50,80%


Pastagem
0,801------100
0,2576------x...
tracking img