Relatorio em ubs

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1834 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
ESCOLA DE ENFERMAGEM


Adelita Eneide Fiuza



Gustavo Costa de Oliveira















RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO CURRICULAR II NA UNIDADE BÁSICA DE
SAÚDE VILA GAÚCHA



Porto Alegre

2011




RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO CURRICULAR II NA UNIDADE BÁSICA DE
SAÚDE VILA GAÚCHA
Relatório apresentado à disciplina EstágioCurricular II como pré-requisito parcial para a
aprovação.

Professora orientadora: Prof. Dra. Êrica Rosalba

Duarte



Enfermeiro supervisor: Rodrigo Mielczarski












SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO .............................................................................................. 3
2OBJETIVOS.................................................................................................. 5
2.1 Objetivo Geral ........................................................................................... 5
2.2 Objetivos Específicos .............................................................................. 5
3 ORGANIZAÇÃO DOS PROCESSOS DE TRABALHO DA EQUIPE
MULTIDISCIPLINAR NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA GAÚCHA .... 6
3.1 Organizações dos serviços naUnidade Básica de Saúde Vila
3.2 Arranjos da equipe de trabalho da Unidade Básica de Saúde Vila
4 CONSIDERAÇÕES FINAIS .......................................................................... 9
REFERÊNCIAS................................................................................................ 11


1 INTRODUÇÃO
A organização dos processos de trabalho se constitui pelos seuselementos: o
objeto de trabalho, os meios de produção e o trabalho humano, bem como as
relações técnicas, sociais e de produção. O produto final do trabalho na saúde, o
cuidado, é consumido, pelo usuário, no mesmo momento em que é produzido;
sendo assim, é indissociável do processo que o produziu, sendo a própria realização
da atividade. O produto obtido contém a intenção desse trabalhador queefetua a
ação, cujo objeto, o usuário, também interage no processo, colocando nesse espaço
a sua intencionalidade, conhecimento e representações. Nessa troca de
subjetividades está expressa a concepção de saúde e doença de quem produz e de
quem recebe os cuidados, assim como o modo de produção dos mesmos
(MARQUES, GQ; LIMA, MA da S, 2008).
A organização científica dos processos de trabalho, comdivisão rígida de
tarefas e desvalorização dos conhecimentos e das vivências dos trabalhadores tem
levado à alienação e à consequente desresponsabilização pelo atendimento
(MARQUES, GQ; LIMA, MA da S, 2008).
Tanto no ambiente hospitalar quanto na rede básica de saúde a enfermagem
e as demais profissões têm trabalhado com autonomia relativa, acompanhando o
trabalho médico. A enfermagem, pordesenvolver um trabalho muito interligado ao
do médico, dando ênfase às tarefas administrativas e aos procedimentos, tende a
atender às demandas desse profissional em detrimento das apresentadas pelo
usuário. Esse processo, manual e repetitivo, produz um trabalho esvaziado de
conteúdo científico que ao longo do tempo aliena o trabalhador.
O profissional de enfermagem se caracteriza porinterligar as ações
desenvolvidas pelos profissionais de saúde e por utilizar uma pequena margem de
sua autonomia para modificar processos rígidos de trabalhos em prol da satisfação
do paciente. Os demais profissionais que compõem a equipe multiprofissional, como
vigilante e pessoal da higienização contribuem para a construção de um
atendimento qualificado e direcionado ao usuário que busca oserviço de saúde.
Nesse contexto, despertou-se o interesse em caracterizar a organização dos
processos de trabalho da equipe multiprofissional em uma Unidade Básica de Saúde
localizada em um bairro de Porto Alegre no estado do Rio Grande do Sul,
considerado de alta vulnerabilidade social e com precárias condições de
saneamento básico e de habitação.
O presente estudo foi desenvolvido através da...
tracking img