Relatorio de cinematica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (846 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

A prática experimental realizada em laboratório foi proposta para o estudo de teoria de erros para várias medidas. Com a prática de dinâmica, utilizando o photogate, obtêm-se medidasdiretas (velocidades) para resolução das medidas indiretas (desvios).
O dispositivo photogate geralmente é formado por um emissor e um receptor de luzes posicionadas próximos. O bloqueio do feixe deluz do emissor para o receptor serve para marcar intervalos de tempo que podem ser medidos em eventos sucessivos, disparados ou engatilhados pela porta óptica. Normalmente são usados LEDs ou lasers dediodo como elementos emissores, enquanto que um foto transistor é usado como detector, funcionando como um resistor variável cuja impedância muda em função da intensidade da luz detectada peloreceptor.
Para representar um resultado experimental, a medida terá sentido somente quando se puder determinar, de uma forma ou de outra, o erro que está afetado.
Obtêm-se erros unitários com a utilizaçãode várias medidas durante o experimento. Para a correção dos erros destas grandezas utiliza-se a equação[pic]. Onde[pic] é a média dos valores medidos e [pic] o desvio.
Velocidade média é a relaçãoentre o deslocamento de um corpo ([pic]) e o intervalo de tempo ([pic]) que esse corpo usou para fazer essa trajetória.
Para representar essa velocidade usa-se a equação:

[pic]

Onde [pic] é avelocidade média, [pic]é o deslocamento do corpo (90 cm) e[pic]é o tempo gasto por esse corpo.
Faz-se as correções dos erros para todos os tempos velocidades e distâncias e efetua-se os desvios médio,relativo, quadrático, padrão e o percentual.

2 MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO

2.1 Arranjo Experimental

Na presente prática foram utilizados os seguintes materiais:
1. Carrinho de dinâmica;
2.Photogate (sensor)
3. Trilho com trena;
4. Timer (cronômetro);
5. Mesa de apoio para a estrutura montada,
6. Tijolo (base para inclinação do trilho).
7. Trava no final do percurso.
O...
tracking img