Relatorio 2 lei newton

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1415 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIAS
DEPARTAMENTO DE FÍSICA

4º RELATÓRIO
SEGUNDA LEI DE NEWTON

DISCIPLINA: Laboratório de Física A.
TURMA: 104522 – M9.
PROFESSOR: Jorge Moura Silva.
GRUPO: Fernanda Gabriela Santos Guedes;
Kelly Correia Menezes Silva;
Hector de Santana Rodrigues;
Pedro Ursulino dosSantos Júnior;

SÃO CRISTOVÃO,
01 DE MARÇO DE 2013
1. INTRODUÇÃO

O principio da Mecânica Clássica é baseado nas 3 leis enunciadas por Newton, tendo como base as experiências de Galileu e outro cientistas. A partir da formulação dessas leis, grande parte dos fenômenos naturais conhecidos na época passou a poder ser explicados a partir delas.
A segunda lei de Newton descreve exatamentecomo deve ser o movimento de um corpo dado o conjunto de forças que atua sobre ele. Segundo o enunciado: “A variação do momento é proporcional à força impressa e tem a direção da força”. Matematicamente, têm-se:
F=dpdt
Considerando p=ma, chegamos a:
F=mdvdt=ma
A velocidade v, obtida pela aplicação de uma força constante e sendo v0=0, é dada como função do tempo através de expressão:
v=Fmt2. OBJETIVOS

O objetivo desta experiência é estudar o movimento de um corpo sob ação de uma força conhecida, na ausência de atrito, e verificar a dependência da intensidade da aceleração produzida com a massa do corpo. Além disso, os alunos aprenderão como determinar experimentalmente o valor da aceleração da gravidade. Isto verificará a validade da teoria envolvida.

3. MATERIAIS UTILIZADOS- Trilho de ar;
- Turbina para fluxo de ar;
- Carrinho;
- Dispositivo de lançamento do carrinho, com eletroímã;
- Sensor ótico;
- Porta-pesos ;
- Roldana e linha;
- Crônometro digital;
- Pesos aferidos;

4. PROCEDIMENTO

Neste experimento o compressor lança ar entre o trilho e o carrinho fazendo com que o atrito seja resumido ao mínimo. O carrinho foi posicionado no disparador dotrilho e conectado à extremidade um fio que passava por uma roldana com atrito desprezível. Na outra extremidade um porta-peso conectado na vertical iniciava o movimento sempre que abandonado, através de um corpo com massa fixa. O tempo de voo do carrinho foi medido colocando-se o sensor óptico na posição desejada. O cronometro para a contagem no instante em que o carrinho passa pelo sensor.Depois do equipamento montado, um determinado espaço foi estipulado por onde o carrinho percorreu e o tempo gasto nesse movimento foi marcado com auxílio de um cronometro digital. Estes passos foram repetidos três vezes. Depois disso, pesos foram colocados no porta-peso do carinho e este percorreu a distância determinada, sendo o tempo percorrido cronometrado. Os pesos foram aumentados de 20 em 20gramas e a distância percorrida foi aumentada 5 vezes de 10 em 10 centímetros.

5. RESULTADOS E DISCUSSÃO

Os dados coletados referentes variação da distancia percorrida pelo carrinho (Δx), ao tempo gasto (t) para percorre o trajeto, assim como o tempo médio (t) e o tempo médio ao quadrado (t²) estão apresentados na Tabela 01. As massas do porta peso e do carrinho e as incertezas do instrumentode Δx, também então expostos na mesma tabela.

Tabela 01
Massa do porta peso(M), kg = 0,058
Massa do Carrinho(kg) | | ΔX (cm) | σ b em ΔX (cm) | t1(s) | t2 (s) | t3 (s) | t (s) | t² (s) |
m1 =
0,1925 | ΔX1 | 32 | 0,05 | 0,4945 | 0,4930 | 0,4935 | 0,49 | 0,24 |
| ΔX2 | 42 | 0,05 | 0,5872 | 0,6013 | 0,5913 | 0,59 | 0,35 |
| ΔX3 | 52 | 0,05 | 0,6650 | 0,6677 | 0,6716 | 0,67 | 0,46|
| ΔX4 | 62 | 0,05 | 0,7220 | 0,7198 | 0,7139 | 0,72 | 0,51 |
| ΔX5 | 72 | 0,05 | 0,7842 | 0,7808 | 0,7797 | 0,78 | 0,61 |
m2 =
0,2125 | ΔX1 | 32 | 0,05 | 0,5143 | 0,5172 | 0,5193 | 0,52 | 0,27 |
| ΔX2 | 42 | 0,05 | 0,6183 | 0,6105 | 0,6107 | 0,61 | 0,38 |
| ΔX3 | 52 | 0,05 | 0,7025 | 0,7294 | 0,7121 | 0,72 | 0,51 |
| ΔX4 | 62 | 0,05 | 0,7570 | 0,7630 | 0,7547 | 0,76 | 0,57...
tracking img