Recursos humanos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2284 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Por que a mudança parece tão desejável e tão estimulante em nossa época?
Mudanças políticas na Ásia
Basta abrir qualquer jornal para ser confrontado com dificuldades econômicas e políticas que se multiplicam por muitos países mundo afora.
O surto de independência na Ásia Central promoveu diversas mudanças na configuração política e econômica da região. Algumas mudanças ocorreram quase quesimultaneamente, como a implantação de processos eleitorais e a abertura da economia, por exemplo, abrindo espaço assim para a entrada do capitalismo e capital estrangeiro. 

A configuração da economia da Ásia Central está largamente ligada ao setor primário, principalmente no segmento da agricultura, pecuária e do extrativismo mineral. 

Na produção agrícola, destaca-se o cultivo de algodão efrutas. Para o desenvolvimento da agricultura é preciso empregar técnicas de irrigação de maneira intensiva para garantir a produtividade e o abastecimento interno de alimentos. Na produção pastoril, a região tem como principais criações: ovinos e caprinos. A atividade agrícola exerce uma enorme relevância para a composição econômica da Ásia Central. 

Quanto ao extrativismo mineral, osubcontinente abriga em seu subsolo jazidas de diversos tipos de minérios. Dentre muitos, os principais são: carvão mineral e minério de ferro em países como o Cazaquistão e o Quirguistão, e petróleo e gás no Uzbequistão, Turcomenistão e Cazaquistão. Existem ainda indústrias de beneficiamento, como siderúrgicas, petroquímicas, alimentícias e têxteis.
Era previsível a queda do primeiro-ministro japonês YukioHatoyama, que contava com menos de 20% de suporte dos eleitores do Japão. Na realidade, as vitórias eleitorais do PDJ – Partido Democrata do Japão foram mais pelos desgastes do PLD – Partido Liberal Democrata que se manteve no poder na maior parte do tempo, desde o término da Segunda Guerra Mundial, do que pelos méritos da oposição.
O antigo líder do PDJ, Ichiro Ozawa, não pode se tornarprimeiro-ministro, pois é acusado de escândalos políticos, na parte dos recursos financeiros das campanhas. Ele se livrou até agora das acusações, passando a responsabilidade para seu funcionário do setor, que foi punido. O mesmo aconteceu com Yukio Hatoyama, cujo tesoureiro foi condenado por motivo semelhante. Portanto, a sua queda não pode ser atribuída somente à questão da base militar de Futanma, emOkinawa. Seu curto governo não conseguiu avanços na superação da crise em que está envolvido o Japão.
A queda de Hatoyama que arrastou também Ozawa resolve os problemas? Há pressões para que novas eleições sejam convocadas, pois a atual renúncia do primeiro-ministro está sendo considerada uma manobra para o PDJ manter-se no poder, mesmo com as próximas eleições na Câmara Alta. Só os eleitoresjaponeses podem definir as orientações que devem ser adotadas para superar tanto a sua crise econômica como a questão da base militar em Okinawa.
Tudo indica que esta experiência da oposição ter assumido o poder que era detido pelo PLD não resultou num programa para resolver os problemas japoneses, que não são fáceis. Todos entendem que o acordo militar japonês com os Estados Unidos é indispensável,tanto para o Japão como para a segurança da Ásia, mesmo arcando com parte substancial dos seus custos, que a economia americana e seus aliados não suportam. Mas não desejam bases militares norte-americanas perto de suas residências.
A esclerose que tomou conta da economia e sociedade japonesa exige medidas drásticas, redefinindo o papel que devem desempenhar nas tentativas de acordos asiáticos,principalmente com a China e a Coréia. O modelo que vinha sendo utilizado pelos nipônicos parece desgastado, necessitando que estabeleçam novas orientações, se desejam evitar um processo de contínua deterioração.
A longa tradição de trabalhos coletivos acabou inibindo os méritos individuais, tanto nas atividades econômicas como políticas. Parece que não existem lideranças fortes que possam...
tracking img