Reciclagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1211 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Goiânia passa a integrar o maior projeto pós-consumo de reciclagem do Brasil: o Reciclanip, voltado para coleta e destinação de pneus inservíveis. Graças a convênio assinado na manhã de hoje, 13, entre o poder executivo, através da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip), e a empresa JLS Transporte, as 300 toneladas de pneus sem valorcomercial acumuladas mensalmente na cidade, agora terão descarte responsável.
A partir da instalação de dois pontos de coleta, um no Parque Oeste e outro no Jardim Guanabara, cria-se na Capital uma nova cadeia produtiva, fomentando a economia por meio de geração de empregos, impostos e estímulo à produção industrial sem desrespeitar o meio ambiente. Outros cinco locais, ainda não definidos, tambémserão contemplados com os eco-pontos - nome dado aos lugares destinados ao recebimento dos pneus sem condições de uso.

"Dois depósitos serão insuficientes. A meta é chegar a sete. O mesmo número de administrações regionais (subprefeituras) que a cidade terá", afirmou o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), durante assinatura do termo de cooperação mútua, na sede da Amma, no Setor Central.Também legitimaram o documento, o vice-prefeito da cidade, Paulo Garcia (PT), os presidentes da Amma, Clarismino Pereira Júnior; da Câmara Municipal de Goiânia, Francisco Júnior; da Comissão de Meio Ambiente da Câmara, Agenor Mariano, a gerente-geral do Reciclanip, Renata Murad e o representante da empresa JLS Transporte, Jorge dos Anjos Nascimento.

Além desses, os secretários municipais deSaúde, Paulo Rassi, de Educação, Márcia Carvalho, e o presidente da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), Wagner Siqueira. Assinaram ainda, os vereadores Clécio Alves (PMDB), Negro Jobs (PSL), Bruno Peixoto (PMDB), Célia Valadão (PMDB), Tiãozinho do Cais (PR) e Iram Saraiva (PMDB).

"Com essa ação, Goiânia se livrará da presença de um dos criadouros do mosquito da dengue (Aedes Aegypti) e daextrema poluição causada pela demora na decomposição desses resíduos na natureza. Agora, daremos destinação definitiva para esse problema", disse o presidente da Amma, Clarismino Júnior, ao ressaltar a importância do convênio, logo após a validação da parceria. "O progresso traz preocupações. A população precisa se acautelar para que isso não signifique um desastre profundo para as futurasgerações", ponderou, em seguida, Iris Rezende.

Conforme Renata Murad, o programa existe em Goiânia desde 2002. Além da formalização do convênio, o evento na Amma marcou a criação do segundo ponto de coleta de pneus inservíveis na Capital do Estado.

Reutilização - No Programa Nacional de Coleta e Destinação de Pneus Inservíveis implantado pela Anip, o material recolhido nos eco-pontos é utilizado comocombustível alternativo de cimenteiras em substituição ao carvão choque, para fabricação de percintas em indústrias moveleiras, solas de sapato, dutos de água pluviais, confecção de artefatos como tapetes de automóvel, pisos industriais e vasos.

Além disso, o pó da borracha proveniente dos pneus é misturado à massa asfáltica para aumentar a vida útil do asfalto, diminuir ruídos e aumentar asegurança dos condutores nas rodovias. A destinação preferencial dos pneus recolhidos em Goiânia é o forno da indústria de cimento da cidade de Cezarina. "Oitenta por cento dos pneus seguem a via de co-processamento em fornos de cimento e 20% são para extração de aço para a indústria siderúrgica. Já borracha é utilizada para a produção de artefatos, como tapetes, rodinha de supermercado e outros",disse a gerente-geral do Reciclanip.

Inspirado em modelos aplicados há 10 anos nos Estados Unidos e União Européia, de março de 2007 ao primeiro semestre de 2008, o Reciclanip reciclou 898 mil toneladas de pneus. Número que corresponde a 180 milhões de unidades ou 117 mil quilômetros lineares do material. Isso permitiu que nove milhões de metros cúbicos de aterro não fossem ocupados e gerou...
tracking img