Razoes pelas quais escolhia engenharia de energias renováveis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1054 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Razões pelas quais escolhi Engenharia de Energias Renováveis
Outubro, 2011.
Por Rebeca Araújo Soares – Aluna do 4° semestre de Engenharia de Energias e Meio Ambiente – Matrícula 0323177

Analisando o panorama mundial das energias renováveis, comecei a perceber o quanto, ao longo dos últimos 30 anos, o setor vem evoluindo e o quanto vem sendo investido. Meu primeiro contato com a realidade dasenergias renováveis aconteceu ano passado no III Congresso Brasileiro de Energia Solar que aconteceu em Belém, Pará. Além de ter conhecido diversas pessoas quem vêm pesquisando na área de energia solar, eólica e de biocombustíveis, ainda pude aprender bastante sobre novas tecnologias que vêm sendo desenvolvidas, no país e no resto do mundo. Outro ponto que me chamou a atenção no congresso, foi apresença de representantes do Ministério de Minas e Energia que falaram bastante sobre a atual postura brasileira e o que o governo vem estudando e como vem trabalhando para que as outras formas renováveis de geração de energia elétrica, além da hidroelétrica que representa a maior porcentagem matriz energética brasileira, sejam incentivadas em todo o território nacional. E, foram mostradasperspectivas positivas e que já vêm apresentando resultados. A prova de que o setor vem se destacando no Brasil, foi o último leilão de energia A-3 realizado em agosto de 2011 que vendeu 1.068 MW de energia eólica e a recente inauguração da 1ª Usina Solar Fotovoltaica do país. Mas o destaque das energias renováveis não é só no Brasil, pois apesar de apresentar um potencial gigantesco e invejável, nosso paísainda está muito atrelado a sua principal matriz energética. No mundo inteiro, empresas, governos e sociedade têm percebido o quanto as fontes “limpas” podem trazer de benefícios. Não só em preservação do meio ambiente, mas em lucros e desenvolvimento tecnológico. Na Alemanha, o incentivo às energias renováveis é tão grande que só para ter uma idéia, existem cidades onde as casas são obrigadas apossuir telhados cobertos por painéis solares. Na Dinamarca, 1 a cada 3 empregos está ligado a energia eólica. A China possuem 42,3 GW de potência eólica instalada. Os Estados Unidos investem bilhões de dólares por ano em energias renováveis. Os Emirados Árabes investem pesado na utilização de energias renováveis em suas obras arquitetônicas. A Índia é um dos maiores produtores de biocombustíveisdo mundo. E, assim vai acontecendo no mundo inteiro um boom de energias renováveis, que gera empregos, tecnologia, lucros e o principal, sustentabilidade. Isso não só impressiona como cria um otimismo pra quem já atua no setor e para quem deseja atuar. Todavia, ainda existem alguns entraves que acabam criando pontos que a meu ver, são contornáveis, mas que para algumas pessoas podem gerarproblemas.

Trata-se do caráter intermitente das energias renováveis, como a solar e a eólica, do desenvolvimento tecnológico, que para algumas pessoas, ainda não atingiu um ponto suficientemente bom para se firmar como principais matrizes energéticas do mundo; e das questões politicas envolvidas. Quando eu falo que são problemas contornáveis, não estou sendo condescendente. Uma das alternativas jáutilizadas para “driblar” as condições que diminuiriam a produção de energia elétrica, é utilizar sistemas híbridos, ou seja, aqueles que trabalham com mais de uma fonte de geração, como é o caso de alguns que utilizam painéis fotovoltaicos, aerogeradores e bancos de baterias. Quanto ao desenvolvimento tecnológico, isso cada vez mais tem sido mostrado em todos os cantos do planeta que os esforços parahaja tecnologia hábil a atender às expectativas do mercado que vêm crescendo. A quantidade de universidades e de empresas que trabalham em busca de novas tecnologias e de melhorar as que já existem é enorme, o que mostra que o mundo realmente não está enxergando simplesmente uma pequena forma de poluir menos e gerar pequenos lucros com energias renováveis, e sim investindo muito em um setor que...
tracking img