Racismo no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1030 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O racismo no Brasil.

Racismo no dicionário Aurélio, significa: “Uma doutrina que sustente a superioridade de certas raças. Preconceito ou discriminação em relação a individuo considerado de outra raça”.
Portanto, partindo deste conceito, podemos constatar que o racismo é a representação de uma desigualdade étnico-racial que atinge o Brasil desde o período colonial, onde, a raça negra foicruelmente massacrada, humilhada e escravizada com base no racismo.
As escolas ensinam que os negros foram escravos e que, no dia 13 de Maio de 1.888, a princesa Isabel do Brasil e o conselheiro Rodrigo Augusto da Silva assinaram a “Lei Áurea” extinguindo assim, a escravidão no Brasil. Mas a abolição não ocorreu efetivamente, pois ainda hoje, o negro é visto como subalterno e de raça inferior. Ea principal semeadora desta cultura preconceituosa, é a educação.
Hoje muito se fala em racismo, mas no Brasil o que vemos é um pais preconceituoso e com desigualdades sociais que podem ser reunidas a definir dois grupos populacionais, brancos e não-brancos, onde, o desfavorecimento dos grupos não-brancos continuam embutidos nas relações sociais.
No entanto, também devemos levar emconsideração que o nosso racismo veio acompanhado do seu contraditório: a miscigenação. Colocada por uns como uma estratégia de ocupação, a miscigenação questiona se realmente somos ou não pertencentes a uma cultura racista. Para outros o mestiço definitivamente comprova que o enlace sexual entre diferentes atesta que nosso pais não é racista. Surge então o mito da chamada “Democracia Racial”.

Mas seráque existe a democracia racial no pais, como afirma Gilberto Freire?
Sistematizado na obra “Casa Grande & Senzala”, de Gilberto Freire, o conceito da democracia racial coloca a escravidão para fora da simples ótica da dominação. A condição do escravo, nessa obra, é historicamente articulada com relatos e dados onde os escravos vivem situações diferentes do trabalho compulsório nas casas elavouras. De fato, muitos escravos viveram situações em que desfrutavam de certo conforto material ou ocupava posições de confiança e prestigio na hierarquia da sociedade colonial. Os próprios documentos utilizados na obra de Freire apontam essa tendência.
Entretanto implica Carlos Hansenbalg, diferentemente dos padrões raciais encontrados nos Estados Unidos, no Brasil e em outros países latinoamericanos, estas parecem possuir dois pontos centrais:
• O primeiro dele é o embranquecimento, ou ideal do branqueamento, entendido como um projeto nacional implementado por meio da miscigenação seletiva e políticas de povoamento e imigração européia.
• O segundo é a concepção desenvolvida por elites políticas e intelectuais a respeito de seus próprios países, supostamente caracterizados pelaharmonia e tolerância racial e a ausência de preconceito e discriminação racial.
( fonte: HTTP://pt.wikipedia.org/wiki/democracia_racial_no_Barsil .)

Para Guimarães, Freyre defende uma “concepção eurocêntica de embranquecimento” que:

[...] passou, portanto, a significar a capacidade da nação brasileira (definida como uma extensão da civilização européia em que uma nova raça emergia) de absorvere integrar mestiços e pretos. Tal capacidade requer, de modo implícito, a concordância das pessoas de cor em renegar sua ancestralidade africana ou indígena. “Embranquecimento” e “democracia racial” são, pois, conceitos de um novo discurso racionalista. (Guimarães,1999:53).

Ou seja, se Casa Grande & Senzala pode ser tomada, da mesma forma que a ficção fundacional em outros países, como ummanifesto de (re)fundação da nação, o conjunto de transformações políticas coetâneas à obra não pode ser interpretado como processo de construção de uma ideologia racial. Trata-se, na verdade, no final da década 1930, de uma inflexão profunda e definitiva no processo de redefinição da identidade nacional.
No Parecer, a valorização da identidade do negro e sua contribuição na formação do...
tracking img