Quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1068 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Determinação de cloreto em água do mar pelo método do Mohr

Rio de Janeiro, 11 de Junho de 2012.1


Resumo

Objetivos
Determinar a concentração de NaCl numa amostra de soro fisiológico e determinar a concentração de cloreto na água do mar.
Introdução
O método de Mohr é um método antigo de volumetria de precipitação que utiliza solução padrão de nitrato de prata na análise decloretos. Nitrato de prata em meio aquoso (acidificada com ácido nítrico para garantir que a prata não precipite como hidróxido e mantenha a concentração original do Ag+) é o agente titulante (solução padrão) e cromato de potássio o indicador do ponto final da titulação. A solução de nitrato de prata deve ser guardada em frasco âmbar, pois é sensível à luz.

Essa análise tem a sua eficáciafundamentada no produto de solubilidade de cada sal formado e as respectivas solubilidades em quantidade de matéria (mol L-1).

Embora o Ag2CrO4 tenha um Kps menor, a sua solubilidade é cerca de cinco vezes maior do que a do AgCl; com isso, a uma solução contendo íons Cl- e CrO42-, ao se adicionar Ag+, inicialmente precipita o AgCl (menos solúvel) e, só depois precipita Ag2CrO4. Como o AgCl tem cor brancae Ag2CrO4 cor tijolo, chega-se ao ponto final de titulação com o aparecimento permanente da cor tijolo.

Essa titulação exige o cuidado de manter o pH na faixa de 6,5 a 10,5 pois:
Se o meio estiver ácido (pH abaixo de 6,5), o cromato de potássio não vai reagir com Ag+ e precipitar pois o seu equilíbrio será deslocado no sentido de formar dicromato solúvel. Como conseqüência, não será possívelobservar o ponto final da titulação. Adiciona-se, então, CaCO3(s) ao erlenmeyer para impedir que o pH fique abaixo de 6,5 durante a titulação.
Se o meio estiver básico (pH acima de 10,5), a prata precipita como hidróxido. (1)

Materiais e Métodos

Reagentes Utilizados
* NaCl(s)
* Água deionizada
* AgNO3 (aq) 0,1 mol L-1
* Solução K2CrO4 (aq) 5%
* Amostra água do mar* Soro fisiológico

Vidraria Utilizada
* Vidro de relógio
* Balão volumétrico 100 mL
* Sistema de titulação
* Erlenmeyers
* Pipetas
* Bureta

Preparo solução de AgNO3 0,1 mol L-1
Foi pesado 16,9 g de AgNO3 (s) e colocado num balão volumétrico de 1000 mL com água deionizada.
Padronização usando NaCl (padrão primário)
Foi pesado a quantidade necessária de NaCl(s)para preparar uma solução de 100 mL e 0,1 mol L-1. A solução foi transferida para um balão volumétrico de 100 mL.
Usando alíquotas de 10 mL da solução de NaCl, 50 mL de água e 1 mL de K2CrO4 (aq) 5%, foram realizadas 3 titulações da solução de AgNO3. A cor bege avermelhada marca o fim da titulação. No final foi anotado o volume de AgNO3 gasto.
Determinação de NaCl no soro fisiológicoDeterminação de Cl- na água do mar
????
Resultados e Discussões
Cálculo para massa necessária de NaCl
Massa molar NaCl = 58,5 g mol-1
Como se deseja uma solução de 100 mL e 0,1 mol L-1, foi necessário 0,01 mol de NaCl.
1 mol NaCl --------- 58,5 g
0,01 mol NaCl --------- x x = 0,585 g de NaCl
Padronização de AgNO3
A titulação do AgNO3 com uma solução de NaCl foifeita em triplicada e obteve-se um volume médio gasto de AgNO3 de 10,3 mL.
Tem-se a reação: AgNO3 + NaCl AgCl + NaNO3
Como a reação é de 1:1 entre os sais, é possível realizar os seguintes cálculos:
VNaCl . CNaCl = VAgNO3 . CAgNO3
10 x 0,1 = 10,3 x CAgNO3 CAgNO3 = 0,0971 mol L-1
As tabelas 1 mostra com resumo os dados coletados
Tabela [ 1 ]
Reagente | Volume1 AgNO3 | Volume 2 AgNO3 | Volume 3 AgNO3 | Média | Desvio Padrão |
NaCl(aq) | 10,3 mL | 10,4 mL | 10,3 mL | 10,3 mL | 0,06 |

Determinação da concentração de NaCl no soro fisiológico
Foram realizadas 2 titulações e obteve-se os volumes gastos de 15,8 mL e 16,0 mL de AgNO3. A tabela 2 mostra um resumo dos dados
Tabela [ 2 ]
Reagente | Volume 1 AgNO3 | Volume 2 AgNO3 | Média |
Soro...
tracking img