Quilombolas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2017 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2 DESENVOLVIMENTO


2.1 FORMAÇÃO DOS ÍNDIVIDUOS E DOS GRUPOS FRENTE A
SOCIEDADE CAPITALISTA

O indíviduo não pode ser tratado como um dado isolado, absoluto na natureza, mas como um produto social.
A individualidade é construída históricamente. Nas civilizações orientais e indígenas os indivíduos são elementos indissolúveis da comunidade.
Surgindo a sociedade capitalista, surge aidéia de indivíduo
. Em meados do século XIX o homem passa a ser visto como inserção na sociedade e nos grupos sociais. O meio que se vive forma o indíviduo e vice- versa, acontecendo a socielização, onde dessas ligações forma-se a sociedade.
Na própria natureza do ser humano exige-se que os homens se agrupem. A vida em sociedade é uma condição necessária para a sobrevivência, formando-se oque chamamos de grupo social, que nada mais é que a reunião de duas ou mais pessoas associadas pelos mesmos interesses e por isso se juntando para atingir o mesmo objetivo, os grupos sociais que os indivíduos participam ao longo da vida:
_ Grupo Educativo – Família.
_ Grupo Vacinal – Vizinhança.
_ Grupo Educativo – Escola.
_ Grupo Religioso – Igreja ( Dependendo de sua crença individual )
_Grupo de Lazer – Clube ou associações.
_ Grupo Profissional – Empresa.
_ Grupo Político – Estado, partidos políticos.

2.2 A IMPORTÂNCIA DO DIREITO A DIVERSIDADE E DO ENFRENTAMENTO AO PRECONCEITO

Não há nada que comprove cientificamente a superioridade de uma raça sobre a outra, mas não podemos deixar de notar a diversidade das formas culturais humanas. Diversidade essa que só faz sentidona relação entre elas, uma vez que se não relacionassem não haverá nem mesmo a percepção da diversidade.
Para uma compreensão mais ampla do “outro” faz-se necessário uma mudança de perspectiva, ou ao menos na crítica da perspectiva tradicional com o qual a sociedade ocidental enxerga o “outro”, com a idéia de progresso, sendo que este conceito precisa ser revisto.
A humanidade sempre tevereações variadas pelas diferenças que percebiam entre si e os povos com os quais tinham contato.
Aspectos culturais e físicos imediatamente são vistos nos “outros”, como vestimentas, ornamentos corporais, estatura, cor da pele, cabelos e olhos, etc.
Sobre a diversidade humana sempre é ressaltado com mais ênfase os aspectos negativos dos “outros”, tendo como parâmetro as característicaspositivas, físicas e culturais, dos povos. Vindo à tona o preconceito e a discriminação.
A nossa sociedade brasileira, caracteriza-se por uma pluralidade étnica.
Três grupos distintos, portugueses, índios, e negros de origem africana, este contato favoreceu o intercurso dessas culturas, levando em conta a construção de um país miscigenado, multifacetado,uma unicidade marcado pelo antagonismo e pelaimprevisibilidade.
É atribuída a sociedade do EU tudo o que for mais elaborado ou civilizado. Já a sociedade do “outro” é marcada pela reificação de idéias etnocêntricas caracterizando-se como primitivo, não humanizado, ele é percebido como um “intruso” que trará a desordem. A palavra desordem nesse sentido é percebido como algo ruim.
Para Heler (1988), o preconceito está pautado em umforte componente emocional que faz com que os sujeitos se distanciem da razão. O afeto que se liga ao preconceito é uma fé irracional, algo vivido como crença, com poucas possibilidades de modificação.
Os sujeitos que possuem tal crença constroem conceitos próprios, marcados por esteriótipos, que utiliza seu aparelho ideológico como interesse do grupo dominante que utiliza de sua ideologia paradifundir a imagem depreceativa do negro.
As conseqüências dessas construções preconceituosas é a manifestação da discriminação, uma ação que pode levar até a violência física, quando grupos extremistas demonstram todo o seu ódio e intolerância pelo pelo extermínio de determinada população, até a violência simbólica, manifestada por rejeições provinientes de uma marca depreceativa imputada à sua...
tracking img