Qualidade de vida no trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1732 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO
Políticas de Qualidade de Vida no Trabalho e o Aumento da Produtividade



Orientadora: Prof: Dr. Yeda Camargo

São Paulo
2011

RE
QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO
Políticas de Qualidade de Vida no Trabalho e o Aumento da Produtividade

RESUMO
Este artigo trata das estratégias de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT), focando na produtividade, tem comoobjetivo analisar a influência da Qualidade de vida no Trabalho como estratégia de competitividade no mercado em função da produtividade. Foi realizada a pesquisa exploratória quantitativa e o resultado foi satisfatório mediante as estratégias de Qualidade de Vida no Trabalho pode-se ter inferência na produtividade.

PALAVRAS-CHAVE: Qualidade de Vida; Produtividade; Estratégia; Competitividade.ABSTRACT
KEY-WORD

1. INTRODUÇÃO

Qualidade de Vida (QVT) é um assunto que está cada vez mais em evidência nas empresas.Pode-se dizer que o principal fator de sucesso depende não só da capacidade de produtividade, mas na Qualidade Total. Obter a Qualidade Total é intervir no ambiente de trabalho tornando-o bem estruturado com boas condições para se trabalhar e focando, sobretudo naQualidade de Vida.
Neste artigo, o objetivo geral é analisar se a Qualidade de Vida melhora a produtividade da empresa. Para isso foi necessário estudar sobre RH, Qualidade de Vida nas Empresas e Produtividade,sendo que objetivos específicos traz em embasamento teórico para se analisar o problema: Quais são as estratégias de Qualidade de Vida que interferem na produtividade da empresa?
As hipóteseslevantadas são: se forem conhecidas as estratégias de QVT, então é provável que a QVT interfira na produtividade da empresa, e também que torne o ambiente de trabalho mais agradável; se souber que a QVT, não só envolve saúde, mas um conjunto de fatores como o bem estar, o emocional, um amparo psicológico e a oportunidade de desenvolver o potencial dentro da empresa, pode-se por este estudo entãoconhecer as estratégias QVT que interferem na produtividade, podendo ter a QVT como fator de competitividade entre as empresas.
O texto será abordado em três aspectos, em primeiro momento, um pouco do relato histórico salientando a necessidade atual de se tratar sobre qualidade de vida, em segundo lugar aspectos de recursos humanos na gestão de pessoas e na qualidade e após a qualidade de vida naprodutividade do trabalho.
Este tema é relevante para as empresas, pois justifica-se por se tratar de uma abordagem competitiva utilizando a Qualidade de Vida para uma maior produtividade para as empresas.
O Método aplicado foi o indutivo através do tipo de pesquisa quantitativa

2. REFERENCIAL TEÓRIO
2.1. Visão do trabalho na contextualização histórica e a qualidade de vida

O século XIXobtém dois marcos fundamentais para a história atual: o primeiro de caráter político e outro de caráter econômico, ambos foram fatores de influencia fundamentais para a consolidação do capitalismo. Este marco relevante na história foi a revolução francesa e a revolução industrial respectivamente. O modo de vida anterior é descrito pela solidariedade mecânica, onde o trabalho, sobretudo eraartesanal. Com a revolução industrial passamos para um modo de trabalho onde a produção era em escala. Esse novo contexto é descrito pela solidariedade orgânica, aqui se preza a especialização do trabalho, o individualismo, portanto ao mesmo tempo todos estão interligados e tem em certa forma uma interdependência (DURKHEIM, 1999).
A revolução francesa mudou o modo de pensar da sociedade, foi deimportância política e cultural. Juntamente a revolução industrial tendo sua importância técnica e econômica, trouxe à sociedade rural um modo de vida urbano. Neste contexto o maior foco industrial era o lucro, e em função deste não havia limites, nem mesmo de importância humana. Claramente pode-se observar no filme “Tempos Modernos”, de Charles Chaplin, em que os trabalhadores eram tidos apenas como meio...
tracking img