qual a importancia da filosofia na formação de professores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 6 (1481 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 29 de setembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Atividade sobre o texto – Qual a importância da filosofia na formação do pedagogo?
1 - Qual o papel da educação? Qual o papel do educador? E Qual o papel da filosofia inserida no contexto educação-educador? - A grande quantidade de teorias da educação é suficiente para resolver os problemas enfrentados pela realidade educacional. Comente, argumentando.
2 - As críticas ao processoeducativo e a busca de soluções fora do âmbito educacional, se fixam na negatividade ou abrem perspectivas para uma nova visão do processo educativo? Analisando o trecho destacado do "sonho acordado", no início do texto, justifique o significado desse termo dentro do contexto educacional, tendo o professor como sujeito?
3 - Diante da crise do sistema educacional, qual a perspectiva da filosofia daeducação e do filósofo dentro desse contexto? - Explique o que você entendeu pelo conceito de Paulo freire sobre "homem sujeito" e "homem objeto", relacionado com o "encarar" e "enfrentar" um problema.
4 - No processo educativo, o ato do conhecimento ocupa realmente um lugar de destaque que se lhe atribui. Possuir conhecimento é o bastante para a transformação? Explique baseando-se no texto.Analisando o trecho de Nietzsche,: "Acontece, com efeito, que o Estado tem medo da filosofia em geral, e precisamente, se este é o caso, tentará atrair para si o maior número de filósofos que lhe dêem a aparência de ter a filosofia a seu lado". Justifique.
5 - Analisando o trecho de Nietzsche,: "Acontece, com efeito, que o Estado tem medo da filosofia em geral, e precisamente, se este é o caso,tentará atrair para si o maior número de filósofos que lhe dêem a aparência de ter a filosofia a seu lado". Justifique.

6- O problema da democratização da educação não está restrito na questão da prática educacional, pura e simplesmente, mas no enfoque dado pelos educadores a esta prática. A educação, de uma maneira geral, não é uma prática que pode ser caracterizada como democrática. A práticaeducacional é um jogo de cartas marcadas, uma vez que não interessa à burguesia a ascensão das classes populares aos níveis de poder decisório.

7 - Nos últimos tempos a filosofia da educação foi invadida por profissionais que não tiveram a formação pedagógica e que buscam soluções fora do âmbito das questões eminentemente pedagógicas. A educação tornou-se "uma terra de ninguém", onde se permitiu umainvasão sociológica, desviando a verdadeira discussão dos aspectos pedagógicos. Isto faz com que as discussões na educação tenham uma característica de "eterno retorno", o "nada (o 'sem sentido') eterno".

8 - Os professores, apesar de terem acesso a textos que propõem novas metodologias para a educação, continuam a exercer práticas já ultrapassadas no desenvolvimento da ciência pedagógica. - Éimportante, pois, fazer uma análise critica e uma proposta para uma pedagogia que permita a transformação da sociedade através de sua prática, inspirado nas idéias de Paulo Freire de "homem-objeto" e "homem-sujeito" da sua história.

9 - Encarar é olhar analiticamente um problema, enquanto enfrentar refere-se a atacar de frente este mesmo problema. Filosoficamente demarca uma diferença entre apassividade e a ação, respectivamente. “Não se trata de introduzir uma ciência na vida individual de ‘todos’, mas de inovar e tornar ‘crítica’ uma atividade já existente”.

10 -O educador-filósofo, é aquele que vai a busca do que está por trás do real aparente, por isso é de grande importância. “Todo homem que dotado de espírito filosófico há de ter o pressentimento de que, atrás da realidadeem que existimos e vivemos, se esconde outra muito diferente, e que, por conseqüência, a primeira não passa de uma aparição da segunda”

11- Nietzsche define o filósofo como 'o médico da civilização'. Neste sentido filosofar significa interpretar e diagnosticar os 'males da civilização', encontrar remédios para curá-la ou então envenenar aquilo que a destrói´. Não pode ser considerado...
tracking img