Publicidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1440 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
faculdade Sul-americana
Publicidade e propaganda
METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO





Rubslene Ferreira Silva
Nayara Maria de Melo
João Pedro de Oliveira
Camila Jacinto




PLANEJAMENTO DE CAMPANHA: SÓ PARA CABELOS
EMPRESA: SÓ PARA CABELOS














Goiânia - GO
2013
Camila Jacinto
João Pedro de Oliveira
Nayara Maria de Melo
Rubslene Ferreira SilvaPLANEJAMENTO DE CAMPANHA
EMPRESA: SÓ PARA CABELOS






Trabalho de conclusão de Curso, apresentado á Coordenação do Curso de Publicidade e Propaganda, da Faculdade Sul-Americana-FASAM, para obtenção do diploma de Bacharel em Comunicação Social habilitação Publicidade e Propaganda, sob orientação do Prof.ª Elaine Gonzaga.










Goiânia - GO
2013
REFERÊNCIASSobre a Gestalt, Psicanálise, behaviorismo, e Histórico-cultural,
Gestalt: Max Wertheimer
Psicanálise: Sigmund Fred
Behaviorismo: Burrhus Frederic Skinner
Histórico-cultural: Venguer

Gestalt
Por volta de 1870, alguns estudiosos alemães começaram a pesquisar a percepção humana, principalmente a visão. Para alcançar este fim, eles se valiam especialmente de obras de arte, aotentar compreender como se atingia certos efeitos pictóricos. Estas pesquisas deram origem à Psicologia da Gestalt ou Psicologia da Boa Forma. Seus mais famosos praticantes foram Kurt Koffka, Wolfgang Köhler e Max Werteimer, que desenvolveram as Leis da Gestalt, válidas até os nossos dias. Com seu desenvolvimento teórico, a Gestalt ampliou seu leque de atuação e transformou-se em uma sólida linhafilosófica.
A Gestalt em si a concepção de que não se pode conhecer o todo através das partes, e sim as partes por meio do conjunto. Este tem suas próprias leis, que coordenam seus elementos. Só assim o cérebro percebe, interpreta e incorpora uma imagem ou uma idéia. Segundo o psicólogo austríaco Christian Von Ehrenfels, que em 1890 lançou as sementes das futuras pesquisas sobre a Psicologia daGestalt, há duas características da forma – as sensíveis, inerentes ao objeto, e a formais, que incluem as nossas impressões sobre a matéria, que se impregna de nossos ideais e de nossas visões de mundo. A união destas sensações gera a percepção. É muito importante nesta teoria a idéia de que o conjunto é mais que a soma dos seus elementos; assim deve-se imaginar que um terceiro fator é gerado nestasíntese.
Leis da Gestalt
Observando-se o comportamento espontâneo do cérebro durante o processo de percepção, chegou-se á elaboração de leis que regem esta faculdade de conhecer os objetos. Estas normas podem ser resumidas como:
- Semelhança: Objetos semelhantes tendem a permanecer juntos, seja nas cores, nas texturas ou nas impressões de massa destes elementos. Esta característica pode ser usadacomo fator de harmonia ou de desarmonia visual.
- Proximidade: Partes mais próximas umas das outras, em certo local, inclinam-se a ser vistas como um grupo.
- Boa Continuidade: Alinhamento harmônico das formas.
- Pregnância: Este é o postulado da simplicidade natural da percepção, para melhor assimilação da imagem. É praticamente a lei mais importante.
- Clausura: A boa forma encerra-se sobresi mesma, compondo uma figura que tem limites bem marcado.
- Experiência Fechada: Esta lei está relacionada ao atomismo, pensamento anterior ao Gestalt. Se conhecermos anteriormente determinada forma, com certeza a compreenderemos melhor, por meio de associações do aqui e agora com uma vivência anterior.

Psicanálise
A psicanálise surgiu com o médico Freud, em 1980, com o objetivo deestabelecer tratamentos dos sintomas histéricos e neuróticos. Definiu com isso que o aparelho psíquico é dominado pelos princípios da realidade e do prazer. O princípio da realidade propicia a renúncia da satisfação imediata tendo uma situação real na realidade. O princípio do prazer é o processo primário que liberta e rompe barreiras distantes da razão.
Verificou-se que, a partir de Sigmund Freud...
tracking img