Psixoterapia online

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3177 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE PITAGORAS – SÃO LUIS
ALINE PIRES
ITANAJARA OLIVEIRA
JORDANA SAMPAIO
MARCELE MARTINS
THAISA RABELO
THAYNARA GARCÊS

PROJETO DE PESQUISA

A PSICOTERAPIA CAI NA REDE: CONTROVÉRSIAS DA TERAPIA ONLINE

SÃO LUIS
2011

ALINE PIRES
ITANAJARA OLIVEIRA
JORDANA SAMPAIO
MARCELE MARTINS
THAISA RABELO
THAYNARA GARCÊS

A PSICOTERAPIA CAI NA REDE: CONTROVÉRSIAS DA TERAPIA ONLINEProjeto de pesquisa apresentado à Faculdade Pitágoras na disciplina de Metodologia da Pesquisa Qualitativa e Quantitativa em Novembro de 2011.
Orientadora: Raissa Palhano

SÃO LUIS
2011

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO
2. TEMA DO PROJETO
3. PROBLEMA PARA A PESQUISA
4. OBJETIVOS
5.1 - Objetivo Geral
5.2 - Objetivos Especifico
5. JUSTIFICATIVAS
5.1 - RelaçãoTerapêutica
5.2 - Éticas sobre a Pesquisa em Terapia via Internet
5.3 - Identificações do Cliente/Paciente e do Profissional
5.4 - Segurança e Privacidade nas Comunicações Via Internet
6. VARIÀVEIS ASSOCIADAS NA PSICOTERAPIA ONLINE
6.1 - Problemas de Entendimento na Comunicação entre as
partes e a Falta de estímulos não verbais.
6.2 -Problemas de Conexão
6.3 - Manejos de Situações de Crise
6.4 - Tópicos Legais, Éticos e Geográficos
7. METODOLOGIA
7.1 - Tipos de Estudo
7.2 - Procedimentos da Pesquisa
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÀICAS
ANEXOS

1. INTRODUÇÃO

APsicoterapia online é o atendimento psicoterápico mediado pelo computador.
Muito tem se falado e discutido a respeito disso ultimamente. Foram levantados muitos prós e contras em relação a esta atividade, sendo que atualmente existem muito mais dúvidas do que certezas sobre isso.

A popularização dos microcomputadores e posterior advento da internet, a comunicação mediada pelo computadortornou-se um evento rotineiro na vida de muitas pessoas, inclusive na de muitos psicólogos.

Os computadores além de contribuir e facilitar nas diversas tarefas do cotidiano hoje, por exemplo, o computador diminui a distancia entre as pessoas através das salas de bate-papo, MSN, e-mails, sites de relacionamento, proporcionando também o acesso ao psicólogo através do aconselhamento online.

Muitosusuários formaram comunidades virtuais para suporte e auto-ajuda, algumas sem nenhum tipo de controle ou mediação profissional. Segundo King (1998), um problema básico dessas comunidades seria a impossibilidade de evitar que os usuários disseminem informações falsas ou imprecisas com relação a tratamento e diagnóstico de desordens mentais. Ao mesmo tempo, foi possível constatar que algunspsicólogos viam a Internet como uma oportunidade de oferecer seus conhecimentos a consumidores que os procuravam para aconselhamento gratuito (Grohol, 1998). Posteriormente, alguns psicólogos começaram a oferecer terapia via Internet como uma atividade profissional, sem, contudo, apresentar adequado respaldo ético ou cientifico, inclusive no Brasil.

De acordo com o CFP (Conselho Federal de Psicologia),não existem pesquisas brasileiras que mostrem resultados satisfatórios da prática a longo prazo. A partir disso foram criados grupos de trabalho nos conselhos regionais formados por pesquisadores e psicólogos mais envolvidos com a questão, se destacando entre estes grupos de trabalho, o grupo de Atendimento Mediado Pelo Computador do Conselho Regional de Psicologia 6ª Região (SP) (BOCK, 2000).Pesquisa internacional mostrou que a psicoterapia online é eficaz em alguns casos, como mostra a pesquisa feita na Universidade de New South, de Sydney, Austrália, fizeram um estudo, onde, pacientes com depressão participaram de um programa com terapias feitas pela internet tiveram taxa de recuperação tão eficaz quanto os que participaram de terapias presenciais.

Barak e Wander-Schwarts (1999)...
tracking img