Psicologo escolar- entrevista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2222 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE SANTA CATARINA
ANGELITA PEÇANHA ORLEANS
CENIRA ONCHVOT BORGES









ATUAÇÃO PROFISSIONAL DO PSICÓLOGO
ESCOLAR NO CURSO E COLÉGIO PARTICULAR – FLORIANÓPOLIS.























SÃO JOSÉ, 2009.







INTRODUÇÃO

A psicologia Escolar é uma área do conhecimento psicológico que tem por objetivo estudar osfenômenos relacionados ao mundo escolar e suas conseqüências na vida dos alunos e professores, tanto na perspectiva do indivíduo, do grupo, como da própria escola/instituição.
Essa é uma pesquisa, cujo método utilizado é o qualitativo e tem como objetivo relacionar os conceitos teóricos da disciplina com a prática da atividade proposta.
A atividade consiste em visitar umaescola, onde haja atuação de um psicólogo escolar e estar coletando informações sobre a instituição como também sobre a atuação desse profissional.

































FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

O trabalho do Psicólogo escolar dentro deuma instituição de ensino é ajudar o professor a perceber as relações entre os comportamentos e como estas relações se mantém de forma que favoreça o desenvolvimento do indivíduo e do método ensino-aprendizagem.
Segundo Andaló (1984) a intervenção do psicólogo no contexto escolar tem um papel profissional de agente de mudanças dentro da instituição escolar. Ele atuaria como um elementocentralizador de reflexões e conscientizador dos papéis representados pelos vários grupos que compõe tal instituição. Ou seja, em vez de abordar os problemas escolares centrando seu olhar sobre os alunos, a psicóloga atuaria sobre as relações que se estabelecem neste contexto, levando em consideração o meio social em que estas relações estão inseridas e o tipo de clientela que atende, assim como osgrupos que a compões.
O objeto de estudo e de intervenção do profissional da Psicologia é o comportamento humano (BATOMÉ, 2001), portanto para o psicólogo as ações e o ambiente que ele está inserido é de grande importância para a produção e programação de intervenções psicológicas assim como capacitar outras pessoas para intervir sobre o fenômeno é um fator relevante pois aumenta a eficácia eeficiência do processo ensinar e aprender.

O profissional de Psicologia pode intervir, de maneira direta ou indireta, sobre fenômenos psicológicos no contexto escolar. Ele intervém de maneira direta quando tem acesso ao fenômeno e é o profissional mais indicado ou melhor capacitado para lidar com ele. A intervenção indireta pode ser realizada por meio da produção de conhecimentos oupelo ensino, ou seja, pela capacitação de pessoas para intervir sobre os fenômenos. (BATOMÉ; KUBO, 2004).

O psicólogo escolar e educacional pode promover o desenvolvimento técnico-profissional e pessoal dos professores com o intuito de promover a saúde mental desses trabalhadores, criar novas configurações e oportunidades educativas entre alunos e entre agentes educativos com o objetivode promover interações harmoniosas entre os integrantes. Ao participar dos projetos, planos de aperfeiçoamento e planejamento pedagógico vai aumentar a probabilidade de sucesso escolar possibilitando estabelecer novas maneiras de olhar os aprendizes, contribuindo para a solução de dificuldades apresentadas no processo. Poderá intervir com os familiares e desenvolver projetos relacionados atemas transversais favorecendo as políticas educacionais e o sucesso da vida escolar.
A escola é um espaço privilegiado para a elaboração de projetos de conhecimento científico intervenção social e de vida. Situações desafiadoras promovem este desenvolvimento intelectual favorecendo experimentar a relação teoria e prática e para o psicólogo este é um fator constante em sua vida profissional....
tracking img