Psicologia Social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4060 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de dezembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Psicologia Social e atuação do psicologo ao CREAS

Introdução
Centro de Referência Especializado de Assistência Social.
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) configura-se como uma unidade pública e estatal, que oferta serviços especializados e continuados a famílias e indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos (violência física, psicológica, sexual,tráfico de pessoas, cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, etc.).

A oferta de atenção especializada e continuada deve ter como foco a família e a situação vivenciada. Essa atenção especializada tem como foco o acesso da família a direitos socioassistenciais, por meio da potencialização de recursos e capacidade de proteção.

O Creas deve, ainda, buscar a construção de um espaçode acolhida e escuta qualificada, fortalecendo vínculos familiares e comunitários, priorizando a reconstrução de suas relações familiares. Dentro de seu contexto social, deve focar no fortalecimento dos recursos para a superação da situação apresentada. 

Para o exercício de suas atividades, os serviços ofertados nos Creas devem ser desenvolvidos de modo articulado com a rede de serviços daassistência social, órgãos de defesa de direitos e das demais políticas públicas. A articulação no território é fundamental para fortalecer as possibilidades de inclusão da família em uma organização de proteção que possa contribuir para a reconstrução da situação vivida.

Os Creas podem ter abrangência tanto local (municipal ou do Distrito Federal) quanto regional, abrangendo, neste caso, umconjunto de municípios, de modo a assegurar maior cobertura e eficiência na oferta do atendimento.



















EIXO 1 - Dimensão Ético-Política para a Prática
Das (os) Psicólogas (os) no Centro de Referência
Especializado da Assistência Social - CREAS


A proposta deste eixo é analisar o significado da Política de Assistência Social, a partir de seu marco legal e seucompromisso ético-político enquanto política pública. Visa apresentar e refletir sobre as questões éticas que permeiam a atuação da (o) psicóloga (o) em seu trabalho no CREAS. Até 1988, a assistência social2 no Brasil não era considerada política pública de garantia de direitos do cidadão e dever do Estado (PEREIRA, 2007).No início da república, a assistência social era compreendida a partir dahigiene pública e foi criado um complexo tripé médico-jurídico-assistencial de intervenção na vida familiar, que propunha controle e segregação daquelas famílias que não se adaptavam ao projeto civilizatório moralista que se desenhava no país (RIZZINI,1997). Nos períodos seguintes, assistiu-se na área a hegemonia de ações e políticas compensatórias que pudessem apenas minimizar as carências dapopulação, a partir de concepções populistas e clientelistas que visavam ganhos eleitorais.
As concepções de assistência social, brevemente apresentadas acima, caracterizaram o que se convencionou chamar de assistencialismo, “o uso distorcido e perverso da assistência – ou a desassistência”, nas palavras de Pereira (2007, p.64). Seu objetivo não era atender as necessidades ou muito menos os direitos dapopulação, mas perpetuar posições sociais.
Com a promulgação em 1988 da Constituição Federal vigente, a Assistência Social passa a figurar como política pública não contributiva, ao lado da Saúde e da Previdência, configurando um paradigma centrado na noção de cidadania: direito de todos os cidadãos que dela necessitarem.
No início da década de 90, apesar da retração do Estado, proposto peloprojeto neoliberal que se instalava no país, um amplo movimento nacional em prol da implementação da política de Assistência Social impulsiona a aprovação da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS), em 1993. Esta nova lei vem regulamentar os artigos 203 e 204 da Constituição Federal e criar as condições para a institucionalidade da Assistência Social como política de garantia de direitos no país....
tracking img