Psicologia social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2098 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL

CLARINE SILVA OLIVEIRA










familías configurações da realidade social


















Belo Horizonte
2011


clarine silva oliveira













familías configurações da realidade social






Trabalho apresentado aoCurso de Graduação em Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina Produção textual individual


Orientador: Prof.ª Lisnéia Rampazzo, Márcia, Adarly, Sérgio












Belo Horizonte
2011
SUMÁRIO






1INTRODUÇÃO......................................................................................................... 3


2 DESENVOLVIMENTO............................................................................................. 4

3 CONCLUSÃO......................................................................................................... 8

4 REFERÊNCIAS.......................................................................................................9





INTRODUÇÃO

A família contemporânea passa por mudanças em muitas dimensões, especialmente nas relações intergeracionais e de intimidade, caracterizadas pela maior expressão dos afetos e busca de autonomia dos seus membros, a embasar a construção subjetiva individual.
Serão analisadas as principais repercussões das formações dos novos arranjos familiaresna contemporaneidade; a família nuclear deixou de existir e passou a ser a monoparentais e outras diversas moneclaturas, aquela composta por vários membros de uma mesma família ou apenas parentes mais íntimos.
O presente artigo tem por objetivo destacar a relevância da categoria família no contexto das mudanças ocorridas no ar decorrer dos tempos no plano socioeconômico e culturalda sociedade capitalista. Entender a família como um processo social em construção e mudança, destacando os novos “arranjos” e “composições” familiares desmistificando os conceitos e pré-conceitos estabelecidos ao longo da historia. Os novos arranjos familiares e suas perspectivas diante de direitos e mudanças sociais. Os diversos tipos de famílias encontradas na sociedade sem laços deconsangüinidade, unidas por laços afetivos independentemente de sua organização, é um espaço inicial que se tem para exercer a cidadania.
No entanto, ao lado das dificuldades sociais e financeiras, os laços de afetividade e das relações familiares de respeito mútuo entre chefe de família e seus filhos. A mulher chefe de família monoparental, enfrenta jornada árdua de trabalho extra eintrafamiliar, já que labora durante o dia de trabalho e depois volta a trabalhar dentro da própria casa, além da função de educar e cuidar dos filhos, papel já tradicionalmente atribuído á mulher e que no caso da família monoparental, põe-se como mais um dever entre todos os que ela realiza sozinha no papel de mulher chefe de família.

Desenvolvimento

Famílias configurações da realidadesocial ao se pensar na família hoje, devem-se considerar as mudanças que ocorrem em nossa sociedade, como estão se contribuindo as novas relações humanas e de que forma as pessoas estão cuidando de suas vidas familiares.
As mudanças que ocorrem no mundo afetam a dinâmica familiar como um todo e, de forma particular, cada família conforme sua composição história, e pertencimentosocial. A instituição família é uma criação humana e social mutável, histórica, que se define e se transforma conforme a estrutura social dada. Prado (1981) afirma que é mais fácil encontrar a história da palavra família do que da instituição familiar. A família é uma instituição social variando através da história e apresentando formas e finalidade diversas numa mesma época e lugar, conforme o...
tracking img