Psicologia forense

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1017 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Implantando o processo :
Lidar com pessoas é respeitar diferenças. Afirmo que não há padrão fixo que sirva para implantar Consultoria Interna de RH, trata-se de um processo mutável e que pode atender perfeitamente às necessidades de uma empresa e não à de outras, porque as empresas são diferentes, vivem momentos diferentes e são dirigidas por pessoas diferentes.
Para Implantar um processo deConsultoria Interna de RH é primordial ter um profissional qualificado para fazer o melhor trabalho, visando atender ao Cliente Interno da melhor forma possível e em seu tempo.
Enumero, abaixo, etapas merecedoras de atenção:
1. Executar um Benchmark ( banco de informações)
Pesquisar o que as organizações afins que se destacam no mercado, na forma de gerenciar pessoas, estão fazendo em termosde RH.
2. Conscientizar todos
Para o sucesso da implantação da Consultoria Interna de RH e minimização de conflitos, é imprescindível a conscientização de todos os funcionários da empresa. Em graus diferentes, todos precisam receber, da forma mais transparente possível, as informações referentes ao objetivo, às necessidade e às conseqüências da realização desse processo.
3. Desburocratizare Racionalizar
É mais fácil iniciar a implantação da Consultoria Interna pelo processo de desburocratização e racionalização dos processos de Administração de Pessoal. É a medida que permite que sejam eliminados os “dificultadores”.
4. Definir Políticas de RH
Somente com as políticas de RH definidas pelo órgão corporativo, o Consultor Interno terá condições de executar seu trabalho semmuitas interferências. Administrar as exceções tornará o trabalho do Consultor muito mais ágil do que se, a todo o momento, ele precisar consultar o RH corporativo.
5. Aplicar a Técnica do Job Rotation (serviço rotativo)
Consiste na rotatividade dos Consultores Internos pelas diversas áreas da empresa, no sentido de evitar que se perca a identidade funcional: o Consultor é funcionário daárea de RH e parceiro do cliente. Também tem o objetivo de permitir que o Consultor enriqueça sua atuação conhecendo outras áreas da empresa.
6. Sustentar Administrativa e Funcionalmente
A sustentação é imprescindível para o processo com eficácia. Muitas empresas além de ter sistemas informatizados, contam com o apoio logísticos de analistas ou auxiliares. É importante frisar essa sustentação,pois a função do Consultor é planejar a solução das questões e atuar estrategicamente.
7. Capacitar cada profissional de RH
A preocupação com a capacitação de cada profissional de RH visando torná-los multifuncionais, para que tenham condições de adquirir uma visão generalista de sua área, podendo então atuar de forma estratégica por todos os pontos de RH.
8. Definir o Papel do ConsultorInterno
O novo papel do profissional deve ficar claro logo no início, para que não aconteçam distorções no futuro. Saber seus limites, autonomia,etc. contribui para o sucesso do processo.
9. Profundo Comprometimento da Alta Direção
Qualquer programa de reestruturação numa organização só deve ser viabilizado com o significativo envolvimento da direção superior. Esse comprometimentoproporcionará maior segurança psicológica a todos os envolvidos, credibilidade ao projeto e maiores chances de sucesso.
10.Tornar a Área de RH uma Unidade de Negócios
Isso dinamiza os planos de RH para que possam apoiar e caminhar junto com as atividades fins.
11. Acompanhar constantemente
A princípio são necessárias reuniões diárias para aparar arestas,contornar problemas e soluções aserem estudadas.
12. Adequar os Perfis
Designar o Consultor certo para o cliente interno, adequar a escolha ao perfil de cada um. Essa sinergia é fundamental e é o que constitui uma verdadeira parceria.
13. Valorizar a Competência Individual e Grupal
A especialidade e experiência adquiridas pelo profissional de RH não devem ser desvalorizadas. Quando o profissional se tornar um...
tracking img