Resenha "saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério", de maurice tardif

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (559 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Tardif, Maurice; Raymond, Danielle. Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério. Educ. Soc. vol.21 no.73 Campinas Dec. 2000.

Com base na ideia de tempo como fator qualitativamenteformador do saber profissional do professor, Tardif e Raymond mostram que as fontes de conhecimento desses profissionais são dinâmicas e variadas não apenas quanto à sua base acadêmica, mas também quantoà sua experiência pessoal e profissional.
Primeiramente, os autores procuram trabalhar com o conceito de knowledge base, advindo da literatura americana e que “designa o conjunto dos saberes quefundamentam o ato de ensinar no ambiente escolar” (Tardif e Lessard 1999; citado por Tardif et al., 2000). Este conceito é a base do artigo de Tardif e Raymond o qual visa essencialmente apontar, atravésda análise de diferentes aspectos da vivência dos professores, as formas e fontes dos saberes que os professores utilizam na prática escolar.
Esses saberes, por sua vez, dizem respeito ao acúmulo deexperiência de cada professor, seja na vida pessoal, na vivência escolar, nas instituições religiosas e na sociedade de uma maneira geral. Trata-se de uma concepção bastante ampla, visto que osautores procuram relacionar o conhecimento dos docentes com o processo de construção da identidade de cada um.
Por isso também, os autores apontam a própria carreira docente como processo formador deconhecimento posto que, ao iniciar a prática profissional, os professores se deparam com a realidade (ou as realidades) de sua profissão – com seus problemas e limitações – e passa a adaptar seupré-conhecimento a essa realidade, através do que os autores do artigo chamam de “rotinização”. A rotinização do ofício do professor é o processo através do qual ele explora e consolida seu saber-fazer dentroda própria prática de seu trabalho. Tardif et al. dividem esse processo em duas fases: a primeira seria de exploração das possibilidades de formas de ensino, e constituiria os primeiros anos da...
tracking img