Psicologia clinica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1920 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PSICOLOGIA/PSICÓLOGO CLÍNICO




























Lisboa
2011
RESUMO

A tentativa de perceber algumas questões do comportamento humano, leva-nos à procura da definição da psicologia como ciência, aos seus objectivos e a uma breve reflexão histórica.
Percebemos que dentro desta ciência central aparecem várias áreas, cada uma delas direccionada para umadimensão específica. Neste trabalho são abordadas e descritas as que considerámos mais ecléticas, psicologia clínica, social, organizacional e recursos humanos, desporto e educacional.
Incluímos nesta reflexão uma entrevista a um profissional de psicologia clínica, onde abordámos questões que considerámos pertinentes para a compreensão e desenvolvimento da actividade.
Concluímos a nossa análise comuma consideração da psicologia clínica como ciência, assim como, a sua aplicabilidade no quotidiano.

PALAVRAS-CHAVE: Psicologia; Psicologia Clínica; Psicólogo Clínico.

ABSTRACT

Trying to understanding some issues of the human behaviour, the definition of psychology, take us to the search is definition as a science with their objectives and a quickly historical reflexion.
We understandthat inside this central science, several areas appears each one of them direction to a specific dimension. In this work we describe the areas that we consider more eclectic, clinical psychology, social, organizational and human resources, sports and educational.
In this reflexion we include an interview to a professional of clinical psychology, where we consider that important issues to theunderstanding and development of this activity.
We conclude our analysis as a consideration of clinical psychology as a science, as well as, each day in this applicability.
Key – Words: Psychology; Clinical Psychology; Clinical Psychologist.

INTRODUÇÃO À TEMÁTICA

Quantas vezes já desejámos perceber porque é que aquela pessoa, que aparentemente conhecemos tão bem, reagiu de uma forma tãoinesperada? Ou, voltou a cometer o mesmo erro depois de já ter saboreado o seu desgostoso resultado várias vezes? Quantas vezes nos questionamos, do porquê de nos sentirmos desta ou daquela maneira ou de termos reagido assim e não com outra atitude? E a diferença intrigante na maneira como uma pessoa age quando está sozinha em comparação com as situações em que está na presença de outras pessoas? E quandoentramos no campo das relações amorosas e familiares... quantas e quantas interrogações já tivemos no que toca às relações com os outros?
A psicologia surge assim como uma ciência que tem como objectivo dar resposta a estas e muitas outras questões. De uma forma simples, podemos definir a psicologia como a ciência que estuda o comportamento, procurando princípios gerais que o expliquem.Metaforicamente, a psicologia é o tronco de uma árvore, relativamente jovem, mas com inúmeros ramos, cada um deles voltados para uma área específica, como a psicologia clínica, a psicopatologia, a psicologia social, a neuropsicologia, a psicologia das organizações, a psicologia criminal, a psicologia educacional, a psicologia do ambiente, e outras tantas áreas ou “ramos”. Para complicar ainda mais, cadaum destes ramos, tem imensas “folhas”, isto é, dentro de cada área da psicologia existe uma multiplicidade de abordagens, teorias e investigações científicas.

DEFINIÇÃO DE PSICOLOGIA

A psicologia tem sido apresentada de várias formas ao longo dos tempos, dependendo das tendências dos pesquisadores no momento em que a definição foi formulada. Tem sido diferentemente definida como “o estudo damente”, “o estudo do comportamento”, “o estudo da experiência humana” e “o estudo da vida mental”. É difícil elaborar uma definição que satisfaça a todos, embora possamos afirmar que compreende o estudo do comportamento e da experiência humana e animal, examinada de diferentes ângulos e sob uma variedade de técnicas, muitas das quais enfatizam a importância da evidência empírica como suporte da...
tracking img