Protistas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1429 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Conceitos Respiração aeróbia Respiração anaeróbia

 Conjunto de reações químicas que os organismos

utilizam para transformar a energia potencial das ligações químicas em energia;
 Formado por:
 Conjunto de mecanismos de quebra de compostos

químicos = CATABOLISMO;  Conjunto de mecanismos de formação de compostos químicos = ANABOLISMO.

ATP (adenosina trifosfato): Molécula quearmazena a energia produzida pela célula.

 A energia de uma célula é

adquirida através de reações de oxidação de compostos químicos (exergônicas) “ligadas” a reações de redução de outros compostos (endergônicas).

METABOLISMO

CATABOLISMO

ANABOLISMO

Oxidação de um DETERMINADO composto

Redução de um DETERMINADO composto

As

ligações entre os fosfatos do ATP são altamenteenergéticas, de modo que, ao serem quebradas em uma reação exergônica, a energia é liberada para a célula.

Heterótrofos – Seres que obtêm alimento

através de substâncias (principalmente a glicose).

orgânicas

Autótrofos – Seres que obtêm alimento

através de substâncias inorgânicas, como H2O e CO2.

 Transformação

da energia luminosa ou de substâncias inorgânicas em energiaquímica: fotossíntese e quimiossíntese; e Quimiossintetizantes

 Fotossintetizantes

 Transformação

da energia química dos carboidratos (subst. orgânicas) em ATP: Respiração aeróbia: com utilização de O2; Respiração anaeróbia: sem utilização de O2; • Fermentação

Tipos de fermentação e a respiração
Fermentação Lática Glicose  ácido lático + 2 ATP Fermentação Alcoólica Glicose álcool etílico + CO2 + 2 ATP Fermentação Acética

Glicose  ácido acético + CO2 + 2 ATP Respiração Glicose + O2  CO2 + H2O + 36 ou 38 ATP

 Mecanismo

de extração de energia de moléculas orgânicas (glicose) na presença de oxigênio;  É dividida em 3 etapas: Glicólise (anaeróbia e ocorre no citoplasma); Ciclo de Krebs (aeróbia e ocorre na mitocôndria); Cadeia respiratória (aeróbia eocorre na mitocôndria).  Saldo: 30 a 38 ATP.

Respiração em célula eucariótica
CITOPLASMA
Glicose (6 C) C6H12O6 Piruvato (3 C)

MITOCÔNDRIA 4 CO2

2 CO2

Ciclo de Krebs

H2
6 O2

Saldo de 2 ATP

2 ATP
Saldo de 32 ou 34 ATPs

6 H2O

FASE ANAERÓBIA

FASE AERÓBIA

 Ocorre

no hialoplasma;  Quebra da glicose (C H O ) em 2 moléculas de ácido pirúvico ou piruvato (C H O ),liberando 2 íons H+, cada);  Os hidrogênios são captados pelo NAD+ (aceptor de hidrogênio), formando 2NADH + 2H+;  Saldo: 2 ATP
6 12 6 3 4 3

Glicólise
Glicose (6C) C6H12O6

ATP
ADP

ATP
ADP

1. Duas moléculas de ATP são utilizadas para ativar uma molécula de glicose e iniciar a reação.
2. A molécula de glicose ativada pelo ATP divide-se em duas moléculas de três Carbonos (G3P).P~6C~P 3C~P Pi NAD NADH P~3C~P ADP ATP P~3C ADP ATP
3 C Piruvato

3C~P

NAD Pi NADH P~3C~P ADP 4. ATP P~3C ADP ATP
3 C Piruvato

3. Incorporação de fosfato inorgânico e formação de 2 NADH.

Duas moléculas de ATP são liberadas recuperando as duas utilizadas no início.

5. Liberação de duas moléculas de ATP e formação de piruvato.

 Também

chamado ciclo do ácido cítrico; Ocorre na matriz mitocondrial;  Para cada molécula de glicose que entra na célula, ocorrem 2 ciclos de Krebs;  O ácido pirúvico é convertido em ácido acético, liberando CO2 e 2 íons H+ (NADH)
O

ácido acético reage com a coenzima A: acetil-CoA;

 Acetil

CoA reage com ácido oxalacético (ácido acético + coenzima A + ácido oxalacético): Libera CoA; Ácido cítrico (começo do ciclo deKrebs);  O ácido cítrico sofre várias transformações que originam ácido oxalacético, liberando: 2 CO2 (eliminados na nossa respiração); íons H+ (3NADH e 1FADH2); 1 ATP;  Saldo: 2 ATP

 Ocorre

nas cristas mitocondriais;  Para cada ciclo de Krebs, forma-se uma cadeia respiratória;  Os aceptores de hidrogênios (NAD+ e FAD) e as proteínas (citocromos) encadeiam-se como se formassem uma...
tracking img