Proteinas biureto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1493 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Goiás
Faculdade de Farmácia

DETERMINAÇÃO DE PROTEÍNA PELO MÉTODO DE
BIURETO

ALUNO: Frederico Severino Martins
PROFESSORES: Dr. Eduardo Ramirez Asquieri
Daniela Castilho Orsi
Vânia Carvalho
TURMA: A1

Trabalho Nº5 como exigência da disciplina
de Química e Bioquímica de Alimentos.

GOIÂNIA, JUNHO DE 2009

1.0 INTRODUÇÃO
As proteínas são substânciascompostas por carbono, hidrogênio e nitrogênio, com
a presença de alguns outros elementos como o fósforo, o ferro e o enxofre. Os
produtos ricos em proteína são os laticínios, como o leite em pó e o queijo, além da
carne, os ovos e os peixes (CENZANO, 1996; VICENTE, 1996) e desempenham
papéis extremamente importantes, na maioria dos processos biológicos, atuando
como enzimas, hormônios,neurotransmissores, transportadores através das
membranas
celulares.(
GANONG,
W.
F
1995).
Na alimentação as proteínas são responsáveis por fornecer os aminoácido
essenciais os quais em combinações com os aminoácido endógenos dão origem
as proteínas constituintes da nossa fisiologia(SARWAR ET AL., 1997).
Pessoas com deficiência de proteínas podem desenvolver doenças relacionados
ao crescimento comatrofia muscular, retenção de liquido em cavidades, problemas
relacionados a baixa da imunidade e atraso intelectual , por outro lado o excesso
de proteína na alimentação pode causar problemas renais e inflamações nas
articulações
(GANONG,
W.
F
1995)
Sendo de tamanha importância das proteínas essa trabalho veio com o objetivo de
quantificar as proteínas totais presentes no farelo detrigo, pelo método de
biureto.
O método de
biureto tem sido aplicado para determinar a concentração de proteínas totais em
diversos meios, sendo eles: soro ou plasma sangüíneo (DOUMAS, B. T), líquido
cérebro espinhal (FINLEY, P. R-1983).; urina , alimentos, saliva, fibrinogênio,
tecido e alimentos (GOREN, M. P-1986).Esse método tem sido também, utilizado
em análise por injeção em fluxo, assimcomo em alguns métodos cinéticos.
O trigo é o principal cereal produzido no mundo e, diferentemente do milho, é
usado prioritariamente na alimentação humana, sendo que o seu beneficiamento
gera valiosos subprodutos para os animais domésticos. Na obtenção da farinha de
trigo, 28% do grão não é aproveitado, originando o farelo de trigo – um dos mais
populares alimentos para o gado leiteiro – ,fornecido, geralmente, em alimentos
mais
ricos
em
proteína
(Andrigueto
et
al.,
1986).
O farelo de trigo é rico em fibras e seu consumo melhora a fisiologia intestinal do
animal. Entretanto, seu consumo demasiado pode provocar um efeito laxante
indesejável para o animal, sendo necessário conhecer bem a interação desse
subproduto com os demais ingredientes da ração animal, parabalanceá-la
adequadamente em função do peso e da espécie consumidora (Hansted, 2001).
Apesar de o farelo de trigo ser utilizado largamente na alimentação de bovinos, são
escassas na literatura informações quanto ao seu uso, principalmente em relação
aos seus efeitos nutricionais e sobre a produção de vacas leiteiras.
Trabalhos como SOARES C.A-2004 demonstrou que o fubá de milho poderá ser
substituídoem até 100% pelo farelo de trigo em rações concentradas em dietas à
base de silagem de milho, para vacas produzindo, em média, 20 kg de leite, ou
seja, a decisão da inclusão de farelo de trigo na dieta de vacas em lactação
depende
apenas
de
fatores
econômicos.
O método de biureto baseia-se na reação do reativo do biureto, que é constituído
de uma mistura de cobre e hidróxido de sódio comum complexante que estabiliza
o cobre em solução, sendo o tartarato de sódio o recomendado por Gornall e cols..
O cobre, em meio alcalino, reage com proteínas formando um complexo quadrado
planar com a ligação peptídica. O produto de reação apresenta duas bandas de
absorção, uma em 270 nm e outra em 540 nm (GORNALL, A. G-1949)

2- MÉTODOS:
2.1 – VIDRARIAS E APARELHAGEM
• Béquer
•...
tracking img