Propriedades coligativas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1816 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROPRIEDADES COLIGATIVAS























Colégio: Grupo Alfredo Backer de ensino

Turma: 231

Grupo: Beatriz Rodrigues Fabrício. Nº:07.

Julliana de Moura Fabrício. Nº:30

Lohana Simeão Ferreira. Nº:35.















































INTRODUÇÃODiagrama de fases

Dentre as propriedades físicas que caracterizam uma substancia, temos temperaturas nas quais ocorrem mudanças de estado:

*Fusão e congelamento: Solido [pic] liquido.

*Ebulição e liquefação: liquido [pic] vapor.

*Sublimação: Solido [pic] vapor.

Durante uma mudança de estado, há umequilíbrio entre as fases envolvida, e a temperatura permanece constante.

Sob diferentes pressões, essas mudanças de fase ocorrem em diferentes temperaturas. Sob determinadas condições de pressão e temperatura, os três estados físicos podem coexistir, em equilíbrio, conforme esquema a baixo.

[pic]

Essa é a situação em que se dá o que chamamos de ponto triplo, que é característico de cadasubstancia ou solução. Numa dada temperatura e variando-se as pressões pode-se determinar o estado físico em que a substancia se encontra numa dada pressão.

Repetindo o processo em diferentes temperaturas, obtemos os dados necessários para construir um gráfico denominado diagrama de fases, conforme esquema a seguir.

[pic]

Cada uma das curvas do diagrama indica as condições de pressãoe temperatura nas quais duas fases estão em equilíbrio.

As áreas delimitadas por essas linhas representam as condições de pressão e temperatura nas quais uma substância existe em um único estado físico.

O ponto determinado pela interseção das três linhas é o ponto triplo e indica uma condição única de pressão e temperatura na qual encontramos as três fases em equilíbrio.

Paramelhor compreensão do significado de um diagrama de fases e das mudanças de estado, vamos estudar como exemplo, o diagrama da água ao longo de uma linha com pressão constante de 760 mm Hg e cuja temperatura varia.

[pic]

Agora, façamos uma analise semelhante, no mesmo diagrama, de uma amostra de água cuja temperatura é medida constante a 0°C e cuja pressão varia.

[pic]

Pressãomáxima de vapor

Uma das propriedades físicas que é muito fácil de perceber e com a qual mais comumente convivemos é a volatilidade de diferentes substâncias. É senso comum que o éter é mais volátil que a água. Vamos imaginar um experimento em que essas duas substâncias estejam no estado liquido, cada uma em um frasco fechado a vácuo, provido de mamômetro:

[pic]

As pressões indicadaspelos mamômetros correspondem àquelas exercidas pelos vapores numa situação de equilíbrio entre as duas fases (liquido e vapor), a temperatura de 20°C. Nessa situação, a pressão é denominada pressão máxima de vapor (Pv).







Líquidos diferentes, numa mesma temperatura, apresentam diferentes pressões máximas de vapor, as quais dependem da intensidade das forças intermoleculares dasubstância no estado liquido.

Já para a maioria dos sólidos, a pressão máxima de vapor é desprezível. No entanto, a naftalina, mesmo sendo um solido, apresenta uma considerável pressão máxima de vapor.

Quando um líquido é aquecido, a energia cinética média das suas moléculas aumenta o que facilita a passagem para o estado de vapor. Como conseqüência disso, há um aumento do número de moléculasno estado de vapor, isto é, ocorre um aumento da pressão máxima de vapor da substância.

Pressão máxima de vapor e a temperatura de ebulição

Quando um líquido é aquecido em recipiente aberto, no seu interior formam-se bolhas constituídas do vapor do liquido .

Para que essas bolhas escapem do liquido, é necessário que sua pressão seja, no mínimo, igual à pressão atmosférica....
tracking img