Propriedades coligativas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1179 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Colégio Estadual Antônio Tupy Pinheiro
Ensino Fundamental e EJA
















Propriedades Coligativas
































Guarapuava-Pr
2011
Luane Aparecida do Amaral














Propriedades ColigativasGuarapuava-Pr
2011
INTRODUÇÃO
Este trabalho contém ricas informações, análise volumétrica mais precisamente o processo feito por neutralização. Suspensão, importância dela na farmacotécnica e toda a sua composição e também como distinguir uma suspensão. Dispersão um sistema que se difundem em outras substâncias, sua classificação em grosseira, colóide e solução. Um estudomais aprofundado em propriedades coligativa, ebulioscopia, crioscopia, tonoscopia, osmoscopia e pressão osmótica, explicação e formulas.














































ANÁLISE VOLUMÉTRICA
A análise volumétrica também conhecida por volumetria é basicamente a análise química da concentração de uma solução através de umasolução padrão.
Para volumetria por neutralização, podemos usar a reação ácido e base, por exemplo, a concentração de NaOH (hidróxido de sódio) e para solução padrão H2SO4 (ácido sulfúrico), para podermos fazer a analise precisamos de um equipamento chamado Bureta, colocasse no  erlemeyer o ácido sulfúrico e na bureta a solução problema que neste caso é o hidróxido de sódio, assim podemos determinar aconcentração alcalina no meio.


SUSPENSÃO
Suspensão é uma mistura formada por duas ou mais fases, mistura heterogênea, uma fase externa normalmente liquida ou semi-sólida e outra fase interna constituído por partículas solidas insolúveis na parte externa. Suspensão é diferente da solução porque o solvente não se dissolve no soluto, exemplo a água com a farinha.


Suspensãoideal na farmacotécnica

A característica de uma suspensão ideal é a diminuição da velocidade de separação, após o processo de agitação deve ocorrer à dispersão da fase sólida na líquida, o processo de sedimentação deve ocorrer lentamente e de maneira fácil, permitindo assim tempo suficiente para a abertura do frasco, a dosificação e a administração do paciente. O produto novamente dispensodeve apresentar aspecto homogêneo e na armazenagem não pode haver aparecimento de cristais. Os cristais aparecem quando uma substância encontra-se em suspensão em meio líquido, no qual é seja insolúvel ou parcialmente solúvel, isso não deve acontecer em uma suspensão, mas, pode ser ocasionado pela mudança de temperatura, polimorfismo da substancia e diferença de tamanhos nos cristais dispersos.Composição básica de uma suspensão na farmacotécnica:

- Princípios ativos

- Veículo

- Agentes suspensores

- Agentes molhantes

- Agentes umectantes

- Agentes conservantes

- Flavorizantes

- Edulcorantes

- Agentes corretivos de pH

- Agentes tampões

- Agentes antioxidantes




DISPERSÃODispersão são sistemas nos quais uma substância se difunde em outra substância em forma de pequenas partículas, a primeira substância é chamada de fase dispersa (disperso) e a outra fase de dispersão (dispersante). Elas são classificadas com base na dimensão média das partículas da fase dispersa. Abaixo classificação:

Dispersão Grosseira: as partículas dispersas possuem em médiadiâmetro superior a 1000Å (100nm), permitindo a sua visualização em microscópio e a olho nu. Essa dispersão é subdividida em suspensões (sólido e líquido) emulsões (líquido e líquido). Exemplos: Suspensão = areia dispersa na água. Emulsão = óleo disperso na água.

Dispersão Colóide: as partículas dispersas dos colóides possuem em média diâmetro inferior a 1000Å (100nm), sendo assim só pode...
tracking img