Projetos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2335 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Projeto
“Oficina do Som”

Conceição da Aparecida-MG
Julho de 2011

CARACTERIZAÇÃO DA INSTITUIÇÃO

Nome da Instituição: Centro de Referência de Assistência Social – CRAS
Endereço: Rua dos Fundadores, 311 bairro: Centro.
Telefone: (35) 3564 1902
Site e E-mail: crasconceicaoap@hotmail.com

Equipe:
Agente Social: Paulo Maciel de Melo
Assistente Social: Elaine Cristina AraújoEncarregada de projetos sociais: Camila Benhossi

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO.......................................................................................4

2. DIAGNÓSTICO......................................................................................6

3. OBJETIVO .............................................................................................7

4.JUSTIFICATIVA....................................................................................8

5. METODOLOGIA...................................................................................9

6. ORÇAMENTO......................................................................................11

7. RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS.........................................13

8. AVALIAÇÃO DERESULTADOS......................................................15

9. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS................................................16

APENDICE I - CRONOGRAMA DO MODULO 1..............................17

APENDICE II – TABELA DE ATIVIDADES.......................................18

1. INTRODUÇÃO

A Constituição Federal de 1988 com seu arcabouço jurídico institucional inaugura uma nova faseno campo das políticas públicas, quando considera a Assistência Social como política pública, que, em conjunto com a Previdência Social e Saúde, constituem o tripé da Seguridade Social.
Após cinco anos de intensa discussão e luta pela efetivação da Assistência Social como política garantidora de direitos, foi promulgada em setembro de 1993 a Lei Orgânica da Assistência Social – Lei8.742.
Todavia, os anos subseqüentes apresentaram-se em uma nova configuração político social neoliberal, onde o Estado passou a ausentar-se de suas responsabilidades, ou seja, a elaboração, implementação e execução das ações socioassistenciais passaram a ser de responsabilidade da sociedade civil. Sendo assim, realizada de forma segmentada, individualizada e não continuada, ocorrendo assim,práticas tutelares e caritativas destinadas à população vulnerabilizada no campo da assistência social.
A partir de 2003, com a Conferência Nacional de Assistência Social torna-se imperativo a necessidade de se efetivar a Assistência Social como política pública, através da criação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), meio pelo qual os serviços, benefícios, programas e projetospassaram a ter caráter sistemático e continuado, realizados pelas três esferas de governo, nos âmbitos da Proteção Social Básica e Especial, de Média e Alta Complexidade.
Neste sentido, a Política Pública de Assistência Social de 2004, tem como objetivo:
[...] prevenir situações de risco por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, e o fortalecimento devínculos familiares e comunitários. Destina-se à população deque vive em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, privação (ausência de renda, precário ou nulo acesso aos serviços públicos, dentre outros) e, ou fragilização de vínculos afetivos – relacionais e de pertencimento social (discriminações etárias, étnicas, de gênero ou por deficiências, dentre outras).

Sendoassim, marca sua especificidade no campo das políticas sociais, pois, configura responsabilidades de Estado próprias a serem asseguradas aos cidadãos brasileiros (PNAS/2004).
O Centro de Referência da Assistência Social – CRAS é uma unidade pública estatal de base territorial, a qual executa os serviços da Proteção Social Básica atuando no contexto sociofamiliar pautado na Matricialidade...
tracking img