Projeto Tamar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1257 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de dezembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Origem
No fim da década de 1970 um grupo de estudantes de Oceanografia da Universidade do Rio Grande do Sul (RS), em uma viagem à praia de Atol das Rocas (RN) se depararam com a matança das tartarugas marinhas que chegavam à praia para a desova, por parte dos pescadores que os acompanhavam. Chocados com a cena e sabendo da importância da preservação daquele ecossistema, os estudantes passaram ase dedicar profissionalmente a conservação marinha, surgindo então o embrião de um projeto que viria a se tornar uma referência internacional na preservação das tartarugas marinhas mais tarde.

O que é?
Criado no ano de 1980 pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (hoje como IBAMA), o Projeto TAMAR é um projeto conservacionista brasileiro que luta pela preservação de cincoespécies de tartarugas marinhas que utilizam o litoral brasileiro para se alimentar e reproduzir. O projeto tem como função conservar e controlar as espécies de tartarugas existentes ameaçadas por extinção através de bases (no total são 23 que estão espalhadas por nove estados) em pontos estratégicos tais como áreas de alimentação, crescimento e até descanso dos animais nas praias e ilhas. Essas basespossuem estrutura operacional proporcional à demanda funcionando direto todos os dias e com maior intensidade durante o período de desova.
Uma das primeiras praias a ter o projeto Tamar foi a Praia do forte (BA) em 1982, que atualmente é a sede nacional do projeto, além de ser um dos principais pontos turísticos do estado. O projeto está situado no município de São João da Mata que fica a 70 km deSalvador, e na época da desova entre setembro e março a base monitora 30 km de praia. A base de Atol das Rocas onde tudo começou, recebe hoje em média 400 desovas na temporada de reprodução com a geração de 35 mil filhotes. Também é importante destacar a base de Ubatuba inaugurada em 1991, a única localizada em área urbana, que por ser um importante polo de pesca, acontecem muitas pescasacidentais de tartarugas, que com a ajuda da comunidade são levadas a base para receber os devidos cuidados, sendo muitas vezes ressuscitadas pelos próprios pescadores. Ação esta, que se repete em todas as bases, mostrando como a cultura da proteção já está inerente às comunidades.

Importância das comunidades
Para os pesquisadores foi fundamental o auxílio das comunidades litorâneas. Devido aoconhecimento acumulado pela própria vivência, os pescadores orientavam os biólogos e oceanógrafos com informações preciosas sobre a ocorrência e o comportamento desses animais durante o período de desova. Também a partir da convivência nesses primeiros tempos, durante a implantação das bases de pesquisa a equipe do Tamar chegou a conclusão de que para proteger as tartarugas marinhas, era necessário buscarformas de compensar as comunidades. Carentes de tudo, elas seriam privadas da caça das fêmeas e da coleta dos ovos, práticas arraigadas aos seus costumes. Além do mais, esses recursos naturais eram explorados para complementar a sobrevivência das famílias. Portanto, para que as pessoas deixassem de matar tartarugas, era preciso oferecer outras possibilidades de subsistência.
A conservaçãoambiental está diretamente interligada com as comunidades litorâneas. Pois o projeto Tamar precisou de iniciativas sociais, culturais e econômicas para que o projeto seja visto como exemplo de educação ambiental. As comunidades tinham uma cultura de uso dos recursos naturais para a sobrevivência local, desrespeitando leis que protegem os ecossistemas e a biodiversidade dos litorais. Que correspondem aoito mil quilômetros do litoral brasileiro. Atualmente, moradores dos vilarejos, incluindo pescadores, constituem a maioria da equipe (85%) e todos estão envolvidas diretamente com o Projeto. São cerca de 1.300 pessoas, incluindo cerca de 400 pescadores que trabalham nas atividades de campo. A área de influência do Tamar atinge aproximadamente a 25 comunidades costeiras, com população variando...
tracking img