Projeto parvovirose canina - final

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3637 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
EPÍGRAFE



Os cães são o nosso elo com o paraíso. Eles não conhecem a maldade, a inveja ou o descontentamento. Sentar-se com um cão ao pé de uma colina numa linda tarde é voltar ao Éden, onde ficar sem fazer nada não era tédio, era paz. [Milan Kundera]
RESUMO

A Parvovirose é uma doença das mais conhecidas e das mais contagiosas entre os cães domésticos, sendo também chamada porEnterite Canina Parvoviral.
Ela pode ser classificada por dois tipos: forma entérica e forma miocárdica. Sendo sua forma entérica é a mais reconhecida, pelos seus sinais mais evidentes. A forma miocárdica é geralmente diagnosticada no post-mortem, pois a maioria dos animais morre subitamente sem mostrar sinais clínicos.
O vírus é transmitido pela eliminação fecal e a porta de entrada éa via oral. Porém, a infecção experimental pode ser produzida por várias vias, incluindo oral, nasal ou oronasal. Acredita-se que a disseminação da doença se dá muito mais pela persistência do vírus no meio ambiente do que pelos portadores assintomáticos.
A idade tem mostrado uma forte relação com o agravamento da doença. Geralmente, as crias com menos de seis meses de idade apresentam umanecessidade maior de hospitalização, quando comparado com animais mais idosos.
A viremia inicia-se no terceiro e quarto dia pós-infecção e mantém-se por mais dois a três dias. Depois desta, o vírus é distribuído para todo o organismo, tendo preferência pelas células em divisão, invadindo os vários tecidos e finalmente o chegando ao intestino, onde ele se continua a replicar.
Duranteesta fase, a atenção se volta ao fato do animal apresentar sonolência e perda de apetite, ocorrendo também vômitos incessantes e diarréia. A doença tem seu início de forma repentina, e sem tratamento o animal desenvolve a infecção em poucos dias progredindo além da diarréia para a desidratação e letargia severa.
O diagnóstico da Parvovirose é feito a partir dos sintomas clínicos, da idadedo animal e dos achados dos exames de sangue/ fezes devendo ser feito o mais rápido possível para um tratamento mais eficaz e a fim de que medidas sanitárias adequadas sejam tomadas para evitar o contágio.
Para o tratamento o animal é mantido em fluidoterapia (soro), são utilizadas medicações contra vômitos e febre, antibióticos, polivitamínicos e reposição de eletrólitos. Vale ressaltarque a vacina é a única forma efetiva para proteger os cães.






LISTA DE FIGURAS



Figura 1: Parvovirus 07

Figura 2 : Vilosidade Intestinal Normal 10

Figura 3: Vilosidade Intestinal Infectada 10

Figura 4: Filhote de 6 meses apresentando
quadro de gastroenterite hemorrágica 12

Figura 5: Detalhe da diarréia hemorrágica 13

Figura 6: Células de rim canino nãoinfectadas 14

Figura 7: Células de rim canino infectadas 14


































SUMÁRIO




1 Introdução 07

2 Desenvolvimento 08
2.1 História 08
2.2 Etiologia 08
2.3 Epidemiologia 09
2.4 Patogenia 10
2.5 Sintomaologia 11
2.6 Diagnóstico 13
2.7 Profilaxia 15
2.8 Tratamento 16
2.9 Terapia 16
2.10 Imunização 16


3Conclusão 19


Referências Bibliográficas 20



1. INTRODUÇÃO




Parvovirose é uma doença das mais conhecidas e das mais contagiosas entre os cães domésticos, sendo também chamada por Enterite Canina Parvoviral. A palavra parvovirose é o termo utilizado para designar a enfermidade infecto-contagiosa, cujo agente etiológico é um vírus pertencente à família Parvoviridae.Acomete principalmente os cães jovens que os adultos, talvez pelo fato destes últimos serem mais resistentes pela imunidade naturalmente adquirida. Era desconhecida até 1978 nos Estados Unidos. Devido à semelhança com o vírus da panleucopenia felina, sugere-se que o vírus da parvovirose canina seja um mutante de uma linhagem de campo do vírus felino. O parvovírus é muito resistente ao meio ambiente....
tracking img