Projeto de terraplanagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1868 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROJETO DE TERRAPLENAGEM

CÁLCULO DE ÁREAS E VOLUMES






































RESUMO

As rodovias são construções que demandam um enorme volume de recursos para serem executadas. Dentre todos os fatores que englobam a obra, movimentação de terra é a mais pesada quando se fala em orçamento. Os equipamentos e maquinários necessários para aexecução destes serviços são de alto custo de manutenção e operação, sendo necessário portanto um planejamento minucioso nesta etapa para manter a viabilidade do projeto.

Palavras-Chave: Terraplenagem; Cálculo de áreas; Cálculo de volumes; Compensação de volume.






INTRODUÇÃO


O terreno como encontrado na natureza é intrafegável por vários motivos; é irregular, tem obstáculosda natureza como aclive, declive, rios, florestas, e às vezes não tem capacidade de suportar cargas de trafego de veículos. Para construir uma estrada de boas condições de trafegabilidade, às vezes e sempre e necessário substituir a superfície natural do solo para atingir a segurança, conforto e o desempenho dos veículos que vão ou irão ali trafegar. Ao conjunto destas operações damos o nome deterraplenagem como:
- Desmatamento e limpeza do perímetro onde a estrada será construída.
- Destocamento e raspagem da vegetação superficial.
- Escavação do solo que se encontra acima da cota de projeto.
- Transporte do material escavado.
- Compactação dos aterros.
- Conformação da plataforma e dos taludes.
- Aberturas de valas para serviços dedrenagem.
- Aberturas de cavas para fundações de obras civis.


Na construção de uma estrada o custo maior é:
- Escavação, (em m3)
- Transporte, (em km/m3)
- Compactação (em m3 pronto).


O custo de terraplenagem é freqüentemente relevante ao custo total. É fundamental o engenheiro organizar e conhecer o material escavado nos cortes, com o intuito de organizar adistribuição do bota fora e do solo aproveitável para conseguir o menor custo possível do transporte total.

1 - DEFINIÇÃO DOS VOLUMES DE CORTES, DOS ATERROS E PLATAFORMA DA ESTRADA

Definido o traçado da estrada e o perfil longitudinal do terreno é levantado as seções transversais.

seçãoeixo

seção




Figura 1.1: Levantamento seção transversal



Após o projeto do greide, da superelevação e da superlargura, temos a definição da plataforma da estrada, ou seja, terreno e taludes formam o polígono chamado de seção transversal. Em cada estaca temos uma seção transversal cujo conjunto definirá os volumes dos cortes e dos aterros.




terrenoPlataforma

Figura 1.2: Seção transversal


As secções podem ser de três tipos: em cortes, em aterro, em mistas (mistas, quando há parte em corte e parte em aterro).




1.1 - CÁLCULO DAS ÁREAS

O primeiro passo a ser dado é o calculo das áreas das seções para obtenção dos volumes.
Quando a seção é totalmente em corte ou em aterro, calcula-sesimplesmente a área do polígono. O valor obtido entra no processo de cálculo dos volumes.
Quando a seção é mista, deve-se calcular separadamente a área de corte e a área de aterro ou a soma das áreas de corte e de aterro, se houver mais de uma.
Os cálculos podem ser feitos através de programas informatizados ou através da fórmula de Gauss onde:
A= |1/2[(x1.y2+x2.y3+...xn.y1) –(y1.x2+y2.x3 + ...yn.x1)]|

sendo (xi, yi ) as coordenadas dos pontos que definem a seção, tomados em seqüência sempre em um mesmo sentido ao longo do perímetro.
Pela divisão em figuras geométricas: divide-se a seção em vários trapézios, calcula-se a área de cada um e soma-se.
A divisão em trapézios é mais prática para separar as áreas de corte e aterro nas seções mistas. Os lados paralelos do...
tracking img