Projeto de pesquisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1973 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DA MODÉSTIA À CRENÇA INSPIRADORA:
QUE BELA SUAVIDADE EXTRAÍDA DO POEMA “HUMILDADE” DE CORA CORALINA!

Francisco César Costa Lins (cesarf31@live.com)
Salustino Alex Ferreira do Amaral¹ (salexamaral@yahoo.com)

Resumo: O presente estudo irá analisar os aspectos melancólicos e religiosos do poema “humildade” da poetisa Cora Coralina, bem como fazer comparações com outros poemas do mesmogênero e refletir sobre os “dramas líricos” que está implícito nos mesmos. A compreensão do sujeito lírico que transmite fé e religiosidade expressada pela autora nos traz uma reflexão sobre a simplicidade que foi vivida por ela.
Palavras chaves: Dramas líricos. Melancolia. Cora coralina. Religiosidade.

1- Introdução
Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, verdadeiro nome da poetisa CoraCoralina, nasceu em Goiás em 20 de agosto de 1889. Foi uma das principais escritoras brasileiras, veio a publicar seu primeiro livro aos 75 anos de idade.
Após viver sua infância e adolescência na cidade de Goiás, Cora morou 45 anos no estado de São Paulo e só depois de viúva e com os filhos já criados decidiu regressar sozinha, em 1956, para a sua terra natal e iniciar a luta pela publicação do seuprimeiro livro. Apesar de ter se envolvido com a vida literária goiana do início do século passado, quando voltou não possuía mais os vínculos com o campo literário.
Depreende-se que a poetisa, em seus momentos de maior autenticidade, fala da poetização do apoético, de temas cotidianos e com aspecto melancólico e totalmente voltado à simplicidade do que foi vivido pela autora. A obra poética daautora tem sido considerada uma das líricas mais singulares no Brasil contemporâneo.
Escrevia com simplicidade e seu desconhecimento acerca das regras gramaticais contribuía para que sua produção artística priorizasse a mensagem ao invés da forma. Preocupada em entender o mundo no qual estava inserida, e ainda compreender o real papel que deveria representar, ela parte em busca de respostas no seupróprio cotidiano, buscando elementos suaves e simples do estado de Goiás, o que permitiu seu desenvolvimento poético e a mais alta riqueza de espírito.
A religiosidade era um elemento forte em seus poemas. Em “humildade” é claramente visível esse aspecto. O poema por si só já é totalmente religioso, podendo até ser comparado com uma oração cristã. Além disso, é possível identificar outrosaspectos contidos no poema: como a melancolia, a suavidade e os “dramas líricos” marca expressiva da autora na maioria de seus poemas.
A priori é importante destacar que o sujeito-lírico do poema nos dá a impressão de que em alguns momentos (ou até mesmo em todo corpo do poema) ele representa a autora em si, ou seja, são os sentimentos, os dramas, a emoção dela que está ali transmitida através daquelepoema. No primeiro parágrafo percebemos a transmissão de idéia de simplicidade vivida por ela: “Senhor, fazei com que eu aceite/ minha pobreza tal como sempre foi.” (Cora Coralina, 1976?)
Percebemos a expressão da autora através de um pedido a Deus de que sua vida sempre foi humilde e que Deus nunca a deixe iludir-se talvez pela fama que um dia ela conseguisse. O eu-lírico demonstra uma espéciede arrependimento talvez por algo que já tivesse sido feito antes e que restava apenas pedir a Deus que não o iludisse pelo que o mundo oferece.
Cora Coralina não foi a única poetisa a escrever poemas voltado para religiosidade, podemos comparar o poema humildade com alguns poemas de Fernando Pessoa que possuía estilos de escrever bastante semelhante à forma de escrita de alguns poemas da autora.Como por exemplo, o poema
O das quinas:

Os Deuses vendem quando dão
Compra-se a glória com desgraça
Ai dos felizes, porque são
Só o que passa!
Baste a quem baste o que lhe basta
O bastante lhe bastar!
A vida é breve, a alma é vasta:
Ter é tardar.
Foi com desgraça e com vileza
Que Deus ao Cristo definiu:
Assim o opôs à Natureza
E filho o ungi.

Apesar de ser utilizada...
tracking img