Profuncionario 5

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3191 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]COLÉGIO ESTADUAL PAULO LEMINSKI







CURSO TÉCNICO DE FORMAÇÃO PARA FUNCIONÁRIO DA EDUCAÇÃO
PROFUNCIONÁRIO – EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA
TÉCNICO EM SECRETARIA ESCOLAR


MÓDULO V – EDUCAÇÃO, SOCIEDADE E TRABALHO:
ABORDAGEM SOCIOLÓGICA DA EDUCAÇÃO







JUAN CARLOS DICKMANN STIPP









CURITIBA – PARANÁ - 2012

Unidade 1 – Construção da lente sociológica
1-Síntese do capítulo.
Começamos este capítulo com uma síntese histórica. Na primeira parte do módulo cinco, aprendemos um pouco dos acontecimentos dos século XVIII e XIX, para compreender melhor os acontecimentos daquela época. O trabalho se dava de forma artesanal e aos poucos foi substituído pelo trabalho manufaturado.
No século XVIII, intensificou-se o processo deindustrialização, que aumentou em grande escala a produção de mercadorias e o consumo das mesmas. Devido a estes acontecimentos gerou-se uma grande transformação na sociedade chamada de Revolução Industrial.
As transformações foram: o trabalhador torna-se apenas possuidor da força de trabalho, que vende ao capitalismo, tornando-se dependente deste para sua sobrevivência, a jornada de trabalho se estendia atéas dezesseis horas diárias. Assim a servidão dá lugar ao trabalho assalariado. A população foi atraída para os centros urbanos, provocando o êxodo rural para todos.
Como estudamos no módulo 2, as conquistas trabalhistas que temos hoje são frutos das lutas dos trabalhadores. Em nosso país, durante o governo Vargas, essas conquistas transformaram-se em leis, por meio da consolidação das leisdo trabalho, a CLT. Atualmente, sob a alegação de que pagam muitos impostos, em razão de uma serie de garantias trabalhistas que oneram muito e impedem de empregar mais funcionários, o empresariado tem pressionado o congresso nacional e o governo a flexibilizar as leis trabalhistas, ou seja, acabar com alguns direitos.

Unidade 2 – Duas tendências teóricas no estudo da sociedade: elementos ecaracterísticas do funcionalismo e do Materialismo Dialético.
1 - Síntese do capítulo.
Na segunda parte do módulo cinco, vimos a visão conservadora da sociedade e a relação entre a educação e a sociedade.
Na visão conservadora, Durkheim aponta duas condições para que haja a educação. A primeira é que exista uma geração de pessoas adultas e uma outra de jovens. A segunda condição é que a açãoeducativa seja exercida pela geração mais velha sobre o jovem. Os mais novos só recebem o conhecimento. O professor sabe tudo e o aluno nada tem a contribuir.
A educação, para Durkheim, é um fato social, assim sendo, ela é coercitiva, ou seja, é imposto as pessoas, independente de sua vontade por serem incapazes de reagir diante da ação educativa.
Estudamos a Sociologia como respostaintelectual às transformações sociais resultantes da Revolução industrial, do Industrialismo e da Revolução Francesa, que são elementos e características do funcionalismo e do Materialismo Dialético, do conservadorismo de Émile Durkeim e a influência do pensamento liberal de John Dewey e da teoria do Capital Humano. A educação como reprodutora de classes. Reestruturação Capitalista, as transformaçõessociais, reforma do Estado e o mundo do trabalho.
Vimos ainda que no Brasil, esses princípios foram trazidos por educadores que sofreram a influência de Dewey, em especial Anísio Teixeira, que constituiu um ideário próprio à realidade nacional, carente de espaço públicos de educação

Unidade 3 – Educação na perspectiva conservadora: o registro conservador de Émile Durkheim e a influencia dopensamento liberal de John Dewey e da teoria do Capital Humano.
1 - Síntese do capítulo.

Estudamos também no Módulo 2 que a escravidão foi extinta no Brasil em 1888. No entanto, a grande imprensa denuncia constantemente a existência de trabalho escravo em nosso país.

Unidade 4 – Educação na perspectiva crítica: educação como reprodutora da estrutura de classes ou como espaço de...
tracking img