Primavera arabe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (503 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Primavera Árabe
A ideia da primavera é uma metáfora expressiva para descrever estes acontecimentos. A primavera é o despertar da natureza após a rigidez do inverno. A primavera árabe é o despertarde povos submetidos a governos de caráter autoritário, não é de modo algum um movimento com sentido único, deve ser reconhecida no geral das questões, dos diferentes focos de insatisfação. Aspopulações que exigem “reformas políticas” e, sobretudo, melhores condições de vida.
Próximo ao natal de 2010, na Tunísia, o jovem Mohamed Bouazizi ateou fogo ao próprio corpo como manifesto por ter tido suasmercadorias apreendidas, a partir desse evento começa uma onda de manifestações e protestos no norte da África e Oriente Média. É obvio que não foi somente por causa da única ação do jovem atear fogoao próprio corpo, mas o povo já estava esgotado dos governos antidemocráticos, o autoritarismo,a corrupção e falta de oportunidades econômicas. Derrubando no dia 14 de janeiro de 2011 o ditador daTunísia Zine El Abidine Ben Ali que estava no poder desde 7 de novembro de 1987 quando entrou no governo por um golpe militar de Estado.
Egito
Inspirados com os protestos na Tunísia os Egípciosfizeram 18 dias de protestos até derrubar o presidente Hosni Mubarak depois de 30 anos de poder, foram mais de 850 manifestantes mortos pelas forças de segurança. O Egito é considerado o país maisinfluente do mundo Árabe. A população Egípcia conseguiu aprovar emendas na atual constituição e eleições para uma assembleia constituinte com a supervisão dos militares.
"Qualquer sucesso da experiênciademocrática no mundo árabe passa pelo Egito. Se fracassar neste país, aumentam as chances de fracasso nos outros países da região", Paul Salem.
Líbia
Em questão de dias a Líbia estava tomada porprotestantes exigindo reformas e a saída do líder Muamar Khadafi que estava 42 anos no poder, mas na Líbia foi diferente do Egito e da Tunísia em que os militares acabaram ficando ao lado da população,...
tracking img