Preconceito linguistico discutido em sala de aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1987 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Tema:
Discutindo a exclusão social causada pelo preconceito sócio linguistico

Justificativa:
Fazer com que os alunos tenham uma visão e um senso critico apurado em relação a língua falada no Brasil, e possam compreender que há sim, variações, não erros na língua falada em diferentes regiões, contextos e classes sociais, tais variedades são validas como qualquer outra , falar uma variedadediferente da língua portuguesa, que não seja considerada a variedade padrão , não faz um individuo superior ou inferior ao outro, considerando-se esta variação objetiva-se levar o educando a reflexão de que o preconceito lingüístico na verdade e ´um preconceito também social que exclui principalmente as camadas mais carentes do país.

Objetivo geral:
- Desmistificar a idéia da língua únicaObjetivos específicos:
- Diminuir a exclusão social causada pelo preconceito sócio lingüístico. - Demonstrar que o português não padrão não e´uma forma errada de falar , e´apenas uma variedade que difere da variedade padrão ou do português dito como padrão e que deve ser respeitada.

Problematização:
Como desenvolver uma discussão em sala de aula em torno do preconceito lingüístico, quediscrimina e não admite as variedades linguisticas, que existem no Brasil pais continental com diferenças geográficas, culturais e principalmente diferença entre classes sociais?

Hipótese:
Durante um longo tempo a norma padrão ou a norma culta foi ensinada nas escolas, como sendo a forma certa e única de se falar o português, a norma não padrão ficou sempre sendo tratada como uma forma errada de falar,as diferenças geográficas , sociais e culturais não eram levadas em consideração eram simplesmente esquecidas, mas, levando para sala de aula e discutindo com os alunos os recentes estudos dos lingüistas a respeito da variação linguistica podemos mudar este quadro preconceituoso no Brasil

1

Metodologia:
Para uma pesquisa que atinja os seus objetivos sobre o assunto em questão seranescessario um estudo aprofundado que sera baseados em materiais bibliográficos dos autores: Marcos bagno ,Louis Jean Calvet, Sirio Possenti, Stahl zilles , Carlos alberto in Faraco e Cristovão Tezza, autores estes especializados no assunto da pesquiza tratando-se assim de uma pesquisa qualitativa.

Fundamentação teórica:
Conforme pode-se observar nas palavras de Marcos Bagno, a televisão e´um dosmeios de comunicação mais difundidos em nosso pais, que corrobora e muito para o preconceito sócio lingüístico Bagno diz “e´um verdadeiro crime contra os direitos humano por exemplo o modo como a fala e retratada nas novelas de televisão , principalmente da rede globo,.todo personagem de origem nordestina e´sem exceção um tipo grotesco,rustico, criado para provocar o riso, o escárnio e o deboche dosdemais personagens e do espectador. No plano linguístico atores não nordestinos expressam-se num arremedo de língua que não é falada em nenhum lugar do Brasil muito menos no nordeste , costumo dizer que aquela deve ser língua do nordeste lá de marte! mas nós sabemos muito bem que esta atitude representa uma forma de marginalização e exclusão” (Bagno, marcos, preconceito lingüístico, pg 44) podemosinferir que este tipo de comportamento televisivo tende a influenciar um comportamento preconceituoso em relacão as variedades linguisticas , principalmente nos alunos pois estão numa idade mais suscetível a influencia dos meios de comunicação .em seu livro Bagno ainda diz “ o preconceito lingüístico se baseia na crença de que só existe uma única língua portuguesa digna deste nome e que seria alíngua ensinada nas escolas explicadas nas gramáticas e catalogadas nos dicionários” ele deixa bem claro que esta idéia de língua única e apenas um grande mito pois não se leva em consideração os aspectos geográficos e sociais que influenciam diretamente na variedade lingüística de cada região do pais e de cada classe e contexto social em que o individuo esta inserido, cada região tem uma...
tracking img