Praticas 25

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6044 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PRÁTICAS AMBIENTAIS DAS EMPRESAS DO SETOR AUTOMOTIVO DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA Solidia Elizabeth dos Santos
1 2 3

Co-autores: Prof. Dr. Cleverson V. Andreoli

Prof. Dr. Christian L. da Silva

RESUMO A repercussão dos problemas ambientais a partir da década de 60 resultou nas discussões sobre a sustentabilidade ambiental, exigindo da sociedade e das organizações uma nova posturaem relações às questões econômicas, sociais e ambientais. Para acompanhar essas exigências, as organizações adotam formas de avaliar e controlar os riscos e os impactos das suas atividades sobre o meio ambiente, como por exemplo, a implantação de sistemas de gestão ambiental, buscando a adequação à legislação e às normas vigentes. O presente trabalho analisa a influência e a percepção das empresasdo setor automotivo na sustentabilidade ambiental da Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Para realização da pesquisa foi aplicado um questionário, identificando a percepção das empresas em relação às práticas ambientais adotadas no setor. Foram mensurados ainda os investimentos destinados às questões ambientais e identificados os obstáculos que dificultam um melhor desempenho ambiental porparte das empresas do setor. A tecnologia adotada para a minimização dos impactos das atividades do setor automotivo sobre o meio ambiente e o Sistema de Gestão Ambiental (SGA) das organizações, contribuem positivamente para a sustentabilidade ambiental da região. Aproximadamente 6% das empresas são responsáveis por 73% do consumo de energia elétrica e 13% responsáveis por 89% de toda água consumidano setor. O bom desempenho ambiental é manifestado através da gestão adequada de resíduos sólidos, emissões atmosféricas, efluentes líquidos e uso de recursos naturais, que ocorrem dentro dos padrões exigidos pelos órgãos fiscalizadores. Todas as empresas, (100%) geram resíduos sólidos e descartam adequadamente seus resíduos; 20% geram emissões atmosféricas e possuem sistema de tratamento e/oucontrole das emissões e 30% possui sistema de tratamento de efluentes líquidos. Sobretudo, a razão desse desempenho é explicada inicialmente pela grande preocupação no atendimento dos requisitos da legislação, justificada por 80% das empresas como a principal razão para investir no SGA, seguida pela forte influência mercado, especialmente das montadoras sobre o desempenho ambiental dos fornecedores.Palavras-chave: Gestão Ambiental, certificação ambiental, licenciamento ambiental, norma ISSO 14000.

1 2 3

UNIFAE - Centro Universitário Franciscano. solidia@uol.com.br UNIFAE - Centro Universitário Franciscano. UNIFAE - Centro Universitário Franciscano.

2

1 INTRODUÇÃO Após o início do processo de desenvolvimento industrial, foi possível verificar uma forte influência dasorganizações e da sociedade nos impactos ambientais do planeta. Até a década de 60 a preocupação ambiental não fazia parte da rotina das empresas. Após a conferência de Estocolmo, as legislações ambientais dos países, estados e municípios e as normas ambientais internacionais passam a exigir das empresas uma postura mais rigorosa em relação ao meio ambiente. Para atender os requisitos das normas e dalegislação, as empresas precisam realizar investimentos em mão-de-obra especializada, tecnologia, projetos dentre outros e passam a adotar no sistema de gestão o SGA (Sistema de Gestão ambiental). O relacionamento entre empresas e os órgãos governamentais responsáveis pelo licenciamento e com as instituições certificadoras torna-se importante nas questões relacionadas com os requisitos ambientais, poisfacilita o acesso às informações e a agilidade nos processos. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é avaliar a postura adotada pelas empresas nas questões relacionadas ao meio ambiente, analisar as dificuldades e barreiras que dificultam um melhor desempenho ambiental por parte das organizações e as justificativas que motivam as empresas a realizarem investimentos em proteção ambiental.

2...
tracking img