Pratica do assistente social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 38 (9262 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A prática do assistente social: conhecimento,
instrumentalidade e intervenção profi ssional*
The social worker practice: knowledge, instrumentality and professional intervention
Charles Toniolo de SOUSA**
Resumo: Este artigo tem por fi nalidade apresentar uma refl exão sobre a prática pro-
fi ssional do Assistente Social, reconhecendo suas dimensões, com o objetivo de situar
ainstrumentalidade do Serviço Social bem como seu arsenal técnico-operativo. Em
seguida, serão apresentados, de forma sucinta, alguns dos principais instrumentos de
trabalho utilizados pelos Assistentes Sociais no exercício da prática profi ssional, bem
como algumas considerações fi nais.
Palavras-chave: Serviço Social, Instrumentalidade, Instrumentos de trabalho do Assistente Social.
Abstract: Thisarticle has in view to introduce a refl ection about the Social Worker
professional practice, recognizing dimensions, in order to situate the Social Work instrumentality and the technical-operation that the professionals use. After, will be introduced, succinctly, some principal tools used for the Social Workers in their professional
practice, and also some fi nal considerations.
Keywords: SocialWork, Instrumentality, Social Workers tools.
Recebido em: 07/04/2008. Aceito em: 30/04/2008.

Este texto é fruto das refl exões e estudos realizados a partir das diferentes experiências adquiridas durante a vida profi ssional, e, sobretudo,
da experiência com a disciplina de Técnicas de Intervenção Social, ministrada para as turmas do curso de Serviço Social da Universidade do
Grande Rio. Aprodução deste artigo teve como objetivo nortear a Semana do Curso de Serviço Social da UNIGRANRIO, realizada em setembro de 2006, a fi m de orientar estudantes do 1º ao 8º períodos letivos, culminando em atividade de avaliação conceitual requerida à totalidade
dos alunos do curso.
∗∗ Assistente Social do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, Mestrando em Serviço Social da UniversidadeFederal do Rio de Janeiro
e Professor da Escola de Serviço Social da Universidade do Grande Rio.
Emancipação, Ponta Grossa, 8(1): 119-132, 2008. Disponível em <http://www.uepg.br/emancipacao>120
Charles Toniolo de SOUSA
Emancipação, Ponta Grossa, 8(1): 119-132, 2008. Disponível em <http://www.uepg.br/emancipacao>
Na trajetória histórica do Serviço Social, podemos identifi carvárias correntes que discutem
a questão da sua instrumentalidade, que trazem
consigo um corpo conceitual específi co que dá a
esse tema um determinado signifi cado. Entendemos por instrumentalidade a concepção desenvolvida por Guerra (2000) que, a partir de uma
leitura lukacsiana da obra de Marx, constrói o debate sobre a instrumentalidade do Serviço Social,
compreendendo-a em três níveis: noque diz respeito à sua funcionalidade ao projeto reformista
da burguesia; no que se refere à sua peculiaridade operatória (aspecto instrumental-operativo); e
como uma mediação que permite a passagem das
análises universais às singularidades da interven-
ção profi ssional.
Desde o período em que o Serviço Social
ainda fundava sua base de legitimidade na esfera
religiosa, passando pela suaprofi ssionalização e
os momentos históricos que a constituíram, a dimensão técnica-instrumental sempre teve um lugar
de destaque, seja do ponto de vista do afi rmar deliberadamente a necessidade de consolidação de
um instrumental técnico-operativo “específi co” do
Serviço Social (falamos aqui em especial da tradi-
ção norte-americana, que teve forte infl uência sobre o Serviço Socialbrasileiro, sobretudo entre os
anos 40 e 60), seja no sentido de afi rmar o Serviço
Social como um conjunto de técnicas e instrumentais – em outras palavras, uma tecnologia social1
.
Em outros momentos, no sentido de atribuir à instrumentalidade do Serviço Social um estatuto de
subalternidade diante das demais dimensões que
compõem a dimensão histórica da profi ssão2
.
Esse debate é apenas...
tracking img