Positivismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1367 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
*Positivismo
Definição:
O positivismo é uma corrente filosófica que surgiu na frança no começo do século XIX. Os principais idealizadores do positivismo foram os pensadores Augusto Comte e John Stuart. Esta escola filosófica ganhou força na Europa na segunda metade do século XIX e começo do XX, período em que chegou ao Brasil.
O positivismo defende a idéia de que o conhecimento cientifica é aúnica forma de conhecimento verdadeiro. De acordo com os positivistas somente pode-se afirmar que uma teoria é correta se ela foi comprovada através de métodos científicos validos.
Os positivistas não consideram os conhecimentos ligados as crenças, superstições ou qualquer outro que não possa ser comprovado cientificamente. Para eles, o progresso da humanidade depende exclusivamente dos avançoscientíficos. O positivismo teve muita influência na literatura. No Brasil, por exemplo, influenciou escritores naturalistas como Aluísio de Azevedo e Raul Pompéia.
Curiosidade:

- A frase “Ordem e Progresso” que encontramos na bandeira brasileira são de inspiração positivista.
A fundamentação da Filosofia Positiva de Auguste Conte encontra-se na sua célebre lei dos três estados que pode sersintetizada pela afirmação de que todas as ciências e o espírito humano como um todo, desenvolvem-se através de três fases distintas.
Estado teológico
Estado metafísico
Estado positivo
No estado teológico (fetichista, politeísta e monoteísta) o número de observações dos fenômenos reduz-se a poucos casos e a imaginação desempenha papel relevante. O homem só consegue explicar a natureza mediantea crença na intervenção de seres sobrenaturais. O mundo se explica pelos deuses e pelos espíritos e para além desses seres sobrenaturais o homem não coloca qualquer problema. Além de explicar a natureza, a mentalidade teológica, desempenha a função de coesão social e fundamenta a vida moral.
Seja na sua forma fetichista, seja na forma politeísta, ou ainda monoteísta, a mentalidade teológicafundamenta-se na crença em poderes imutáveis, fundados na (*) autoridade e tem como forma política correspondente a monarquia aliada ao militarismo, sendo ainda na sua fase monoteísta, mais desenvolvida, a transição para o estado metafísico. Este se caracteriza pela concepção de forças para explicar os diferentes grupos de fenômenos, em substituição aos deuses da fase teológica: forças físicas,forças químicas, forças vitais, culminando na reunião de todas essas forças numa só chamada natureza que equivaleria ao deus único do estado teológico monoteísta final.
A metafísica procura, então explicar a natureza íntima das coisas, bem como a sua causa primeira e fim último. Diferencia-se do estado teológico pela substituição do concreto pelo abstrato e da imaginação pela argumentação, destruindoassim a idéia de subordinação da natureza e do homem ao sobrenatural. No plano político o espírito metafísico corresponde à substituição dos reis pelos juristas e a sociedade metafísica origina-se de um contrato e tende a basear o Estado na soberania do povo.
E finalmente, o estado positivo caracterizar-se-á pela subordinação da imaginação e da argumentação à observação. A cada proposiçãoenunciada de maneira positiva deve corresponder um fato, seja particular, seja universal. Entretanto, tal posição epistemológica foge ao empirismo, na medida em que não procura reduzir o conhecimento à expressão exclusiva de fatos isolados, bem como abandona a consideração das causas dos fenômenos e torna-se apenas pesquisa de suas leis, entendidas aqui como relações constantes entre os fenômenospsicológicos o espírito positivo deve visar exclusivamente às relações imutáveis presente nelas.
A filosofia positiva considera ainda impossível a redução dos diversos tipos de fenômenos naturais a um só princípio, chame-se ele Deus, natureza ou outro equivalente. Como a experiência mostra apenas uma limitada interconexão entre determinado grupo de fenômenos, cada ciência ocupa-se apenas de um...
tracking img