Portugues

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4817 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
P



CANTO E VIDA:
O INÍCIO DE UMA CANÇÃO

1ª edição

AUTORAS:
Daniela Gonçalves
Daniela Rocha e
Mirna Rocha


Dedicamos este livro a Deus, pois foi dEle que tiramos inspiração para produção deste livro e por meio dEle que o mesmo se encontra finalizado.Toda honra e Toda glória seja entregue ao Senhor dos senhores.

CAPITÚLO ÚNICOA HISTÓRIA

A frase da minha vida: Tudo vai acabar bem!
Lembro como se fosse nesse exato momento o dia que me despertei para aquilo que saberia que faria a vida toda: a música. Não sei bem quantos anos eu tinha acho que por volta dos doze anos, apenas lembro-me daquele dia incrível para mim.
Como todos os dias minha mãe levanta bem cedo antes de todo mundo. Todo mundo éclaro, sou eu. Morávamos em um pequeno quarto onde minha mãe Cecília fazia dali o nosso quantinho especial. Ali tínhamos pouco, porém o necessário para nós uma pequena mesa que só podia ficar encostada na parede por falta de uma perna, umas poucas cadeiras, uma caixa bem grande onde guardávamos nossas roupas, uma pequena televisão onde eu assistia os meus desenhos favoritos e dentre as outrascoisas algo que eu gostava muito, as cortinas da minha mãe. Ela mesma fazia, juntava vários pedaços de tecidos diferentes e formava umas cortinas lindas e muito coloridas. Minha mãe trabalhava como doméstica e não era uma casa apenas era em várias, quase uma diarista. A diferença é que era sempre nas mesmas casas. Sempre que o final de ano se aproximava ela buscava um jeito de deixar a casa um poucodiferente e sempre fazia algo especial. Foi o que aconteceu nesse fim de ano que eu nunca esqueci.
Já estávamos bem próximos do natal e lembro que ela estava bem empolgada com as cortinas novas que queria colocar na casa, sempre dizia que era bom entrar o ano novo com algo renovado mesmo que seja algo simples. Em um dos seus difíceis dias de trabalho encontrei minha mãe preparando nossojantar guando cheguei da escola.
-- Oi filha, olha só vou ter que fazer uma faxina agora de noite, mas eu não vou demorar. Presta atenção na comida ta quase pronta, deixa mais uns vinte minutos no fogo e depois apaga. Não deixa queimar, por favor tá me ouvindo mocinha?
-- Tá bom mãe pode deixar. Eu vou prestar atenção, tchau! Não demora.
-- Guando eu chegar quero ver sualição feita entendeu.
-- Pode deixar!
-- Beijo e tranca a porta.
Larguei o meu material em cima da cama dei uma olhadinha na comida e fui tomar um banho, era aula de educação física e nesses dias costumo chegar em casa bem suada. Ao sair do banheiro dei mais uma olhadinha nas panelas e fui me vestir, quando terminei liguei a televisão e no exato momento estava passando umcomercial que chamou muito a minha atenção. Era a chamada para um concerto de natal, em apresentação única e na praça da cidade um coral ia fazer uma apresentação baseada em temas natalinos. Só despertei do transe quando senti o cheiro do feijão queimado. Corri até o fogão, tentei salvar mais não deu. Nesse dia quando minha mãe chegou do trabalho levei a maior bronca e por minha causa tivemos que comerapenas arroz branco com pedacinhos de tomate cru.
Não parava de pensar nesse evento, eu particularmente achei o máximo. Morava em uma casa que mais parecia um quarto e em uma cidade que mais parecia um bairro, algo assim acontecer era incrível eu mal podia acreditar. Por conta do feijão queimado não contei nada pra minha mãe nesse dia e nem nos próximos. No dia seguinte fui pra escola ealgumas de minhas colegas de sala estavam comentando o que viram na televisão. Até a data do evento elas pegaram, eu não deixei o feijão queimar perdi essa parte. Cheguei, falei com a Marina, minha melhor amiga, e perguntei pra ela se ela tinha visto o comercial na televisão:
-- Vi sim acho que vai ser legal.
-- Você já foi num desses eventos?
-- Claro Paula já fui em...
tracking img