Portifolio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4405 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Questão dois:fonte ecommerce.com
Muitas pessoas quando vão fazer compras em um site de e-commerce são confrontadas com diversas questões antes que uma compra seja finalizada. Quando surgem problemas e dúvidas, são orientados a procurar a seção FAQ ou fazer uma ligação telefônica. Estes fatos corriqueiros tomam tempo dos consumidores, o que pode fazer com que desistam da compra e procuremalternativas, e nenhum bom administrador de negócios gostaria de ver isso acontecer. Para lidar com estes desafios, a introdução de um software de atendimento on-line pode ser uma boa alternativa para os sites de e-commerce.
A introdução de sistemas de atendimento on-line em sites de e-commerce teve seu início por volta do ano de 2003, quando empresas de grande porte introduziram este serviço paraaumentar a satisfação e comodidade de seus clientes. Com a utilização de tais recursos, as perdas de clientes por motivos como os acima expostos podem ser bastante minimizadas. A conversa entre o cliente e uma equipe de suporte sempre disponível a esclarecer as suas dúvidas traz uma sensação de segurança e confiabilidade no momento da compra. Além disso, este método traz inúmeros beneficios em relaçãoao uso do tempo, aos custos e facilidade do acesso.
Então, se você tem uma empresa de e-commerce nova e ainda não reconhecida, você poderá aumentar as suas chances de sucesso ao incluir um software atendimento on-line em seu site. Você pode estar pensando que hoje existem várias empresas de e-commerce que estão ganhando grandes lucros e reputação sem disponibilizar estas facilidades para seusclientes. Mas no atual dinamismo do comércio eletrônico brasileiro, a concorrência está cada vez mais acirrada, e as empresas preocupadas em manter suas participações no mercado estão empregando as soluções e estratégias de otimização mais avançadas para conquistar e fidelizar seus clientes. Portanto, para enfrentar tais desafios deverá tornar seu site atraente, interativo e de fácil utilização paraseus usuários.
Seja qual for o segmento de e-commerce em que sua empresa esteja inserida, a utilização do chat on-line deve ser ponderada, uma vez que esta ferramenta irá ajudar a otimizar suas vendas, conquistar a confiança dos consumidores, e ainda é uma forma eficiente em termos de custo.
Questão três:
Gigantes do varejo também na internet
Depois de quase uma década sem contar com umapresença relevante na web, as maiores varejistas do país finalmente decidem investir no comércio eletrônico — e descobrem que, na rede, a lógica de consumo é bem diferente daquela do mundo “real”
“Precisamos trazer para a internet a mesma confiança que nossas marcas têm no mundo ‘real’ ”, diz German Queiroga, presidente da Nova Pontocom.
Ao longo do ano passado, as visitas aos sites aumentaram 51%,alcançando mais de 14 milhões de visitantes por mês, e o faturamento cresceu 70%, somando 2,7 bilhões de reais — o equivalente a 7,5% das receitas de todo o grupo. Com esse desempenho, a Nova Pontocom chegou à vice-liderança do varejo online no país, atrás apenas da B2W.
Ter uma marca estabelecida no varejo tradicional ajuda na hora de montar uma operação online, mas não é tudo. Um dos maioresdesafios enfrentados pelas grandes varejistas é entender como se comporta um cliente virtual. Antes de inaugurar uma loja física, uma rede consegue fazer estimativas de quantas pessoas circularão por ali e quanto desse movimento será convertido em vendas.
Na internet, o tiro é dado no escuro. Segundo dados de uma recente pesquisa realizada pela consultoria Forrester Research em parceria com a IBM,22% dos internautas trocam de loja antes mesmo de finalizar uma compra pela web.
“Explorar na internet o poder de marcas já consagradas no meio offline nunca foi tão importante”, diz Pedro Guasti, diretor-geral do e-bit. “O que torna esse momento crucial para as líderes do setor.”
Alguns varejistas tradicionais foram recentemente tomados por esse “senso de urgência”. Foi o que aconteceu, por...
tracking img