Portifolio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1367 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA
JANE G. FERREIRA ROCHA, RU, 439602
ONDINA DA COSTA PINHEIRO SHINODA, RU, 600117

PORTIFOLIO DE PESQUISA E PRÁTICA PROFISSIONAL – PRODUÇÃO DE TEXTO

BRASÍLIA DF
2011

1. INTRODUÇÃO

Este portifólio tem como objetivo ressaltar a importância da linguagem no processo de alfabetização. E tem como objetivo analisar como os professores desenvolve oestudo da Linguagem na disciplina de Língua Portuguesa em sala de aula, para que eu possa melhor compreender como ocorre o processo de correção e avaliação dos alunos na disciplina de língua portuguesa, minha pesquisa de campo, foi baseado em conversas formais, com focos na linguagem e na gramatica.

2. DESENVOLVIMENTO

Para mim Linguagem é todo sistema organizado de sinais que serve comomeio de comunicação entre os indivíduos. Tanto a verbal quanto a não verbal, a mecanismos de organização. A Linguística é a ciência da linguagem. Sem compreender a linguagem ninguém.
Na abertura de sua obra Política, Aristóteles afirma que somente o homem é um “animal político”, isto é, social e cívico, porque somente ele é dotado de linguagem. Na mesma linha de o raciocínio de Rousseau noprimeiro capítulo do Ensino sobre a origem das línguas. A linguagem é, um dos principais instrumentos na formação do mundo cultural, pois é ela que nos permite transcender a nossa experiência.
A linguagem, oral ou escrita, é um meio de transmitir as ideias, os conhecimentos acumulados, os hábitos práticos, a experiência de vida de uma geração para outra e promover a educação das novas gerações.
Alinguagem oral assegura a comunicação entre as pessoas no trabalho e o contato entre os povos. A linguagem escrita surgiu muito mais tarde como resultado da necessidade do contato e do conhecimento entre as comunidades separadas pelo espaço e pelo tempo.
A língua é um poderoso instrumento de ação social. Ela pode tanto facilitar quanto dificultar o nosso relacionamento com as pessoas e com a sociedadeem geral.
Cada indivíduo ao nascer começa a aprender a língua em casa com os familiares. Ao ouvir as pessoas falando, apropria-se aos poucos do vocabulário e das leis combinatórias da língua. Sendo assim, não existe um jeito mais correto de falar, haja vista que todas as variantes linguísticas são eficazes na comunicação verbal, portanto, possuem valor dentro das comunidades nas quais sãofaladas. Apesar disso, uma das variantes, a norma padrão ou norma culta, tem grande prestígio na sociedade, por ser o tipo de língua utilizada na maior parte dos textos jornalísticos, científicos, didáticos, e outros que são de grande relevância.
“As pessoas falam de acordo com o grupo social a que pertencem, com o nível de escolaridade que possuem, com a faixa etária em que se inserem, com o gênerocom que se identificam e com a época histórica em que vivem.” (Hartmann e Santarosa 2010).
A fala deve ocupar lugar de destaque no ensino da língua, haja vista que ao chegar à escola, o aluno trás consigo uma bagagem linguística que já domina. Neste sentido, a variedade linguística do aluno deve ser valorizada e respeitada; jamais excluída e considerada inferior. Pois, de acordo com os PCN (1998,p. 26): [...] a escola precisa livrar-se de alguns mitos: o de que existe uma única forma “certa” de falar — a que se parece com a escrita — e o de que a escrita é o espelho da fala — e, sendo assim, seria preciso “consertar” a fala do aluno para evitar que ele escreva errado. Essas duas crenças produziram uma prática de mutilação cultural que, além de desvalorizar a forma de falar do aluno,tratando sua comunidade como se fosse formada por incapazes, denota desconhecimento de que a escrita de uma língua não corresponde inteiramente a nenhum de seus dialetos, por mais prestígio que um deles tenha em um dado momento histórico.
“A escola, historicamente, encarrega-se de reforçar essa idéia e impor aos alunos uma norma única, configurando como erradas todas aquelas oriundas de grupos...
tracking img